O que é mais importante: emprego ou carreira?

O que é mais importante: emprego ou carreira?

Qual realmente é o mais importante: sua carreira ou seu emprego? Em qual deles você aposta mais?
No texto a seguir você verá que o emprego é importante sim, claro, porém infinitamente maior que ele é sua carreira.
Leia e descubra porque!

Carreira X Emprego
Por Celia Spangher

Observando profissionais de sucesso, é possível notar que eles pouca atenção dão ao que se convenciona chamar de emprego.
Eles estão muito mais preocupados em cuidar de algo chamado “carreira”.

Qual a diferença, afinal?
O emprego em si é apenas um ângulo temporário da sua carreira, ou seja, ele faz parte do pacote. Vamos tomar como exemplo um atleta.
Fazer parte de um clube e representá-lo em competições é apenas uma face de sua carreira – é o emprego dele. Para desenvolver uma carreira efetivamente, é necessário nutrir todos os seus ângulos – investir em treinamento, nutrição, relacionamento com outros clubes, imprensa, público e entidades ligadas ao esporte, entre outras coisas. É necessário construir uma reputação, mostrando resultados e uma sincera preocupação com seu equilíbrio pessoal e emocional.

Quando você opta por viver no mundo executivo, a sua carreira demanda os mesmos investimentos. Você precisa nutrir-se adequadamente, investir no seu próprio treinamento, no relacionamento com outras empresas e com elementos internos e externos. Sua reputação será sempre levada em consideração no que diz respeito à credibilidade, integridade, confiança. Seus resultados o credenciarão. Seus relacionamentos o auxiliarão na ampla visão do seu mercado, apresentando oportunidades e novos horizontes.

Quando se tem uma carreira sólida e bem nutrida, o aspecto “emprego” é um mero detalhe temporário. Assim como um atleta, você tem seu próprio nome e está no Clube Tal. Você é um economista, e está Gerente Financeiro da empresa X. É muito mais importante e sábio investir no que você é, em seu crescimento e evolução constantes, do que se fixar no aspecto temporário, ou seja, no que você “está”.

Sem mencionar que “emprego” como o conhecemos, está em vias de extinção e quem não tiver olhado com carinho para a construção de uma carreira, correrá o risco de perder o chão quando ele desaparecer completamente.

As janelas de oportunidade estão aí para serem aproveitadas por aqueles que tem visão ampla e uma carreira pautada para o sucesso.

E você? Tem uma carreira ou “está empregado”?

Grande abraço!

Celia Spangher é Executiva de Gestão do Talento, Sócia-Diretora da Maxim Consultores
Nós Transformamos Equipes e Queremos Fazer a diferença nas Organizações.

Créditos:
www.maximconsultores.com.br
http://celiaspangher.wordpress.com
celia@maximconsultores.com.br

Imagem:
sxc.hu

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.