Direto da Noruega Kings of Convenience

Direto da Noruega Kings of Convenience

Não sei como definir o estilo musical desta dupla, ou “Duo”, como preferirem. Uns dizem que é “Folk Pop”, ou “Pop Sei Lá o Que”. O que sei e sinto, é que o som deles é extremamente contagiante. Começamos a ouvir e não conseguimos desligar até o final.
A qualidade de interpretação musical também é algo a ser observado.
São muito bons os caras!
Escutem o som, e façam uma “viagem”!
Bom proveito.

Abaixo, após o vídeo, a biografia, traduzida do site oficial da dupla, ou “Duo” (rsrs).

Kings of Convenience são dois caras noruegueses de Bergen.
Erlend Øye e Eirik Bøe Glambæk (o de óculos), ambos nascidos em 1975 (Erlend 21 de novembro e Eirik 25 de outubro).
Eles se conheceram no colégio e aos 16 anos começaram a tocar juntos.
Com outros dois amigos, eles formaram uma banda de rock chamada Skog (floresta em norueguês), que lançou um EP* antes de se separarem.
Então, depois de lançar três EPs como Kings of Convenience com o rótulo norueguês Ellet e um auto-intitulado álbum Kindercore Americano, assinaram com um rótulo de origem francesa.

kings_02
Imagem: kingsofconvenience.com

Reorganizaram algum material antigo e acrescentaram algumas canções novas para seu aclamado “Quiet é o New Loud”.
Eles também lançaram “versus”, uma compilação de remakes, remixes e colaborações.
O novo álbum é chamado de “Riot On A Empty Street (Motim Em Uma Rua Vazia)” e agora ele está disponível em toda parte.

*Um EP (extended play) é o nome dado a uma gravação em vinil ou CD que é longa demais para ser considerada um compacto (singles) e muito curta para ser classificada como álbum. Normalmente, um álbum tem oito ou mais faixas e tem duração variando entre 30 e 60 minutos; um single tem uma ou duas faixas e uma duração típica de 5 a 15 minutos; um EP tem entre quatro e oito faixas e duração de 15 a 35 minutos.
Alguns artistas preferem chamar os EPs de mini-álbuns para dar um significado maior ao seu trabalho ao invés de ser classificado apenas como mais um aditivo em sua discografia.

Imagem: kingsofconvenience.com
Imagem: kingsofconvenience.com

Descubra mais nas fontes:
kingsofconvenience.com
myspace.com/kingsofconvenience

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

6 comentários em “Direto da Noruega Kings of Convenience

  • 07/02/2010 em 15:44
    Permalink

    Muito bom, um rítimo contagiante. Muito gostoso de se ouvir e dançar.
    Abraços forte

  • 07/02/2010 em 16:23
    Permalink

    QUE POST FANTÁSTICO!
    Amigo THOMAS, realmente é absolutamente contagiante e de profunda leveza. Gostei do histórico, eles já tem uma trajetória e tanto de sucesso.
    Favoritei para ouvir de novo.
    Parabenizo-o pela pesquisa e por compartilhar conosco!
    Parabéns pelo excelente Post!

  • 07/02/2010 em 23:31
    Permalink

    Olá, Tomé!

    Eu conheci o Kings of Convenience por acaso, já há alguns anos, quando comecei a levantar a trilha sonora do seriado “Smallville”. Gostei muito da música e sempre a ouvia, mas nunca imaginei que fossem noruegueses. Por isso, foi uma ótima surpresa ler este post em seu blog e conhecer um pouco mais sobre o trabalho deles.

    Um abraço!

  • 08/02/2010 em 14:20
    Permalink

    Gostei muito do som.
    Ele tem uma voz muito cativante.
    Irei procurar mais músicas.
    Abraço!

  • 08/02/2010 em 18:47
    Permalink

    Olá Tomé,
    Bom o som, não sou muito conhecedor da área, não sei falar sobre ritmos nem estilos, mas gosto muito de ouvir boa música.
    Obrigado pela dica.

    Um abraço,
    Gernain.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.