Tônico facial: para que serve e como incluir na rotina de beleza

Tônico facial: para que serve e como incluir na rotina de beleza

Se utilizado de forma correta, produto combate quadros de acne e oleosidade

O Brasil é considerado o país mais vaidoso do mundo e está no topo do ranking mundial de procedimentos estéticos, segundo a Sociedade internacional de Cirurgia Plástica Estética, mas, quando o assunto são os cuidados básicos com a pele, grande parte da população afirma não utilizar nem água e sabão diariamente. A Pesquisa realizada pela Avon, que ouviu mil brasileiras entre 25 e 60 anos, concluiu que 34% delas só cuidam do rosto de forma simples quando se lembram.

Um dos produtos que ajudam a sair do básico e a aperfeiçoar a limpeza da pele é o tônico facial. Essa solução aquosa entra na rotina de beleza depois do uso do sabonete e antes de qualquer outro cosmético de tratamento, como hidratante ou sérum. Sua atuação tem o foco de retirar a sujeira que permaneceu na pele mesmo depois da lavagem do rosto.

O dermatologista André Cherubim, de São Paulo (SP), explica que as vantagens de utilizar o tônico são diversas, e uma das principais é preparar a pele para receber outros produtos. “O tônico facial é um líquido cosmético usado para complementar a limpeza da pele com o sabonete e preparar a pele para o próximo passo de cuidado: a hidratação. Quando bem utilizado, ele pode ajudar a melhorar quadros de oleosidade e acne”, aponta Cherubim.

Crédito: divulgação

É possível encontrar uma infinidade de marcas e tipos de tônico no mercado. Suas composições variam e podem conter nutrientes de diversas fontes, como vitaminas, zinco, camomila, entre outros. Mas a atenção de quem deseja adquirir um produto eficaz deve se voltar para qual tipo de pele o cosmético foi pensado.

“O componente essencial irá depender muito do seu tipo de pele. Para quem tem pele oleosa, o ideal é que o produto contenha substâncias que ajudem no controle da oleosidade como ácido glicólico ou ácido salicílico. Para quem tem a pele seca, o tônico deve ser álcool-free e de preferência com algum componente hidratante como a vitamina E”, explica o dermatologista.

Efeitos negativos do uso do tônico podem surgir caso a escolha não seja feita de acordo com as características de cada rosto, ou se o uso for excessivo. “Não há uma contraindicação absoluta, mas deve se evitar produtos não específicos para o seu tipo de pele. Se a sua pele for seca e você usar um produto voltado para a pele oleosa, você poderá agravar essa sensação de secura. O excesso do uso do tônico pode levar a um ressecamento da pele favorecendo irritações ou alergias na pele”, alerta André.

Portanto, o ideal  é consultar um profissional que analise as singularidades individuais para compreender qual a freqüência ideal da aplicação do tônico e a quais outros produtos ele deve ser aliado para resultados ainda mais eficientes.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.