Como ficar poderoso, influente e rico: motivação

Como ficar poderoso, influente e rico: motivação

É possível ficar poderoso, influente e rico?
Qual motivo faz você levantar da cama todos os dias, normalmente bem cedo, tomar uma ducha, enfrentar o trânsito, normalmente caótico (aqui na minha cidade, com certeza) e encarar o chamado “trabalho”, alguns tem emprego, por horas a fio e repetir a dose no dia seguinte, e no outro, e no outro…?
O segredo da motivação é um mistério, ou não, depende de como você vê a sua vida.
No texto a seguir terá uma idéia do que realmente interessa e o que realmente motiva.
Boa leitura!

Fama, Poder ou Legado .
Por Celia Spangher

Qual é a mola que impulsiona um líder? Na minha atuação como Headhunter e Coach, tive a oportunidade de trocar idéias com vários tipos de líderes e pude identificar alguns de seus motivadores para depois relacioná-los ao sucesso do profissional e sua respectiva felicidade.

Muitos executivos de sucesso reconhecido têm seu maior motivador na fama em ter seus nomes reconhecidos no meio em que atuam, receber prêmios (merecidos inclusive), ver-se na imprensa em geral. Gostam de estar rodeados de assessores e apreciam o chamado “holofote”. Apóiam-se em excelentes resultados, são mestres em divulgar seus feitos e seu foco está na condução da própria carreira rumo ao topo. Sua felicidade depende da luz que o tal holofote pode proporcionar e do som encantador dos aplausos.

Outros buscam o poder como motivador máximo. Muitas vezes são avessos à exposição, porém concentram decisões em suas próprias mãos, e almejam a última palavra, sempre. Costumam acumular funções dentro da organização, gostam de passar a impressão de que “sem mim, as coisas não funcionam”. Seu motivador mais profundo está ligado a uma grande capacidade de realização e à aura que querem projetar para os que estão a sua volta. Costumam ser benevolentes com os que consideram abaixo e particularmente implacáveis com aqueles que ousem questioná-los. Sua felicidade está em ser o centro do universo em que habita desde que seja em relação de total dependência.

Há aqueles que estão buscando inspirar as pessoas à sua volta e não estão necessariamente preocupados em arrebanhar seguidores. Muito embora também busquem realização profissional e pessoal, seu foco não está neles mesmos e sim no mundo ao redor. Querem fazer a diferença e deixar um rastro por onde passam – um rastro positivo e de crescimento. Não se incomodam em dar o crédito a outros e reconhecer a capacidade alheia. Não temem contratar profissionais melhores do que ele, pelo contrário, cercam-se de gente capaz e ainda melhores do que ele. Apresentam excelentes resultados e sua auto-estima está em dia. Promovem a confiança na organização e sustentam a equipe e seus resultados em fundamentos sólidos. Sua felicidade muitas vezes está em pequenas coisas que eles secretamente desfrutam e quase ninguém fica sabendo.

É curioso pois vejo que nos primeiros dois casos, a felicidade é algo efêmero que depende de elementos externos. Tanto um quanto outro são vulneráveis e dependentes do afago ou submissão alheia. Já aquele cujo motivador é o legado, tem sua felicidade dentro de si e procura dividir esse sentimento com os outros.

E você? Que tipo de Líder você é?

Grande abraço!

Celia Spangher é Executiva de Gestão do Talento, Sócia-Diretora da Maxim Consultores
Nós Transformamos Equipes e Queremos Fazer a diferença nas Organizações.

Créditos:
www.maximconsultores.com.br
http://celiaspangher.wordpress.com
celia@maximconsultores.com.br

Imagens:
sxc.hu

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.