5 formas de ser sustentável na reforma

5 formas de ser sustentável na reforma

O conceito de sustentabilidade não só está mais popular, como mais próximo da realidade. A cada que passa, novas soluções chegam para ajudar as pessoas a preservarem o meio ambiente.

Um desses exemplos são os canudos ecológicos, tanto de papel quanto reutilizáveis. Eles são uma alternativa para quem não quer produzir mais resíduos plásticos — responsáveis principalmente por poluir o mar. Na reforma da casa, também há maneiras de ser sustentável. Veja só!

Energia

A energia é um dos aspectos mais importantes de qualquer residência. Para economizá-la, é interessante já pensar em alternativas durante a obra. Quanto mais for possível utilizar a luz natural, melhor. Isso pode ser feito por meio da ampliação do número de janelas e de vidros.

Além disso, vale a pena optar por revestimentos e paredes de cores mais claras. Pode até não parecer, mas essa medida ajuda a deixar o cômodo mais fresco e iluminado.

Drywall

Se a ideia for dividir ambientes, o ideal é optar pelo drywall. Essa utiliza produtos 100% recicláveis que depois podem ser usados na indústria. A construção a seco também utiliza menos água e gera menos entulho.

De acordo com Helena Rodrigues, arquiteta responsável pelo canal Mundo do Steel Frame, a técnica de drywall é o que há de mais eficiente e ecológico na atualidade. “Uma obra com drywall é 5 vezes mais rápida e gera bem menos entulho. Hoje ninguém pensa mais em fazer uma obra de hotel ou shopping sem drywall, esse é o futuro da construção”, afirma Helena.

Materiais ecológicos

Sempre que possível, escolha materiais ecológicos ou de fontes de reaproveitamento. Se quiser comprar madeira, por exemplo, você pode adquirir esse material em casas de demolição. Caso não encontre o que deseja, ainda é possível dar prioridade às empresas que se preocupam com a sustentabilidade.

Apesar de parecer pequena, essa atitude ajuda a investir nos negócios que pensam na sustentabilidade. Assim, mesmo que indiretamente, você ainda estará contribuindo com o meio ambiente.

Novas técnicas

Dependendo do espaço disponível, vale a pena incluir algumas técnicas ao planejamento. Para quem mora em casa, por exemplo, o telhado verde é uma boa opção, pois ajuda a melhorar o conforto térmico dos ambientes internos.

Além disso, é válido criar um sistema de aproveitamento d’água, compostagem e até instalar painéis de captação de energia solar. O custo-benefício dessas técnicas pode ser observado em alguns meses com a redução dos gastos mensais.

Descarte correto

Depois de fazer a reforma, independentemente de quanto entulho tenha gerado, faça o descarte correto. Confira se na sua cidade ou até bairro ou organizações de coleta seletiva e dê prioridade a elas.

Muitas vezes, o que não serve para você pode ser um tesouro nas mãos certas. Além do mais, o reaproveitamento de materiais garante mais economia e preserva o meio ambiente.

Fonte:  GypCenter
Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.