DE OLHO NAS EXPRESSÕES

DE OLHO NAS EXPRESSÕES

Por Antônio de Oliveira

Tô de olho! Custar os olhos da cara. Ficar de olho. Furar os olhos do outro. Não pregar os olhos: não dormir. Fazer vista grossa. Olho clínico: acuidade de percepção. Olho da rua: lugar indeterminado para onde se manda alguém. Olho d’água: nascente de água no solo. Olho de cabra morta, olho de gata morta, olho de peixe morto: olhar sem expressão. Olho de gato: olho esverdeado, agateado; sinal luminoso nas rodovias. Olho de lince, olho vivo: vista muito aguda. Olho de mormaço: olhar lânguido, olhos dependurados. Olhos de Sapiranga: olhos avermelhados. Olho de vaca laçada: o de quem tem por hábito andar com a vista baixa. Olho gordo, olho grande: inveja, cobiça. Olho mágico. Olho mecânico. Olho pineal ou terceiro olho. Olho grande, olho gordo, mau-olhado. Olho por olho: vingança, lei de talião. Olhos rasos de água. Ante um olhar de paisagem.

Não ser olho de santo: não se exige perfeição. Passar ou correr os olhos por: ler de relance. Pelos seus belos olhos: gratuitamente. Pôr o olho em, ter debaixo do olho, trazer de olho. Saltar aos olhos. Ter olho: ser bom observador.

Ver com bons olhos: ser favorável. São seus olhos. Abrolhos, em latim, “aperi oculos”, abra os olhos, acautele-se. Pois se está diante de dificuldades: vida cheia de abrolhos intermináveis. Olhadura: dar uma olhada, olhadela, ato de olhar ligeiramente. Mas olhai e vede, porque há os que têm olhos de ver e não veem. Na bíblia, Noé, homem justo, achou graça diante dos olhos do Senhor. Para o salmista, nossos olhos são janelas da alma.

O deus Jano, da mitologia romana, tinha duas faces, portanto dois pares de olhos, um par a olhar para frente e o outro, para trás. Os ciclopes, da mitologia grega, tinham um só olho, no meio da testa. No lugar onde normalmente ficariam os olhos, há buracos para enganar as vítimas. Por fim, também na bíblia, “Se teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz”. Os olhos são a candeia do corpo. Sua luz…

Autor: O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com

Imagem: freeimages.com

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.