Sucesso profissional pode estar nas redes sociais

Sucesso profissional pode estar nas redes sociais

Se bem administradas, redes sociais podem alavancar carreiras  

Receber likes, comentários e mensagens pode ser o foco delas, mas é possível promover a carreira nas redes sociais também. Uma pesquisa realizada pela YOUPIX, plataforma digital que faz consultorias de negócios para influência e entretenimento com 94 empresas brasileiras, apontou que 68% considera o marketing de influência estratégico para sua marca.

O levantamento ainda mostra que 40% dessas empresas pretendiam investir entre R$ 100 mil e R$ 700 mil por ano no segmento. Em uma matéria publicada pela TRESemmé, Luiza Brasil e Vânia Goy contam como usam as redes sociais para compartilhar conhecimentos e alavancar a carreira.

A jornalista Vânia Goy prefere que suas atividades profissionais não sejam relacionadas apenas às redes sociais, mas, sim, como uma especialista no que compartilha. “Com o surgimento delas (redes sociais), especialmente do Instagram, meu nome deixou de aparecer apenas na assinatura das reportagens que eu escrevia para virar um veículo próprio, independentemente do título onde eu trabalhava”, relata ela.

Luiza Brasil acredita que mesmo produzindo conteúdo para as redes sociais, a autenticidade deve prevalecer. “Mesmo usando as redes como ferramenta de trabalho e marketing, ganhando dinheiro com isso, é preciso manter sua essência, sua verdade, ser espontânea. Só assim marcas interessantes vão buscar por você”, afirma ela.

Crédito: divulgação

Dessa forma, ambas preferem utilizar sua profissão e seus conhecimentos específicos para impactar pessoas. Ou seja, alguém que faça um curso de administração, por exemplo, pode mostrar a rotina da área e situações que está vivendo no momento. O mesmo ocorre com a prática de esporte, jogos digitais e tantas outras características específicas.

Estratégia e planejamento

Para se destacar em meio a tanta gente produzindo conteúdo, é preciso ter um planejamento traçado. “Acho importante pensar nos nossos desejos com clareza, olhar, ouvir e aprender com as oportunidades, reconhecer pontos fortes (porque, em geral, a gente pensa demais nos nossos pontos fracos) e dar tempo de maturação para as ideias”, ensina Vânia.

Na prática, é importante saber o que está comunicando e o porquê disso. Em seguida, entender qual o público-alvo e qual o tom de voz, abordagem e posicionamento utilizados é essencial. A frequência das postagens e, sobretudo, a paciência para esperar os resultados podem ser o diferencial. “Às vezes, a gente acha que as coisas não estão acontecendo só porque não estão acontecendo imediatamente”, lembra Vânia.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.