Homens não ligam para roupa? Esta ideia é antiquada

Homens não ligam para roupa? Esta ideia é antiquada

Se você nasceu na década de 1980 e 90, certamente cresceu ouvindo a máxima de que homem não liga para roupa e que qualquer peça para eles “está bom”. Embora atualmente muita gente continue pensando assim, é importante notar que esta visão é bastante antiquada e não reflete mais a realidade do homem contemporâneo.

Já há algum tempo, a moda masculina tem se diversificado em vários nichos que buscam atender as necessidades dos diferentes estilos de homem, porque, afinal de contas, eles não são todos iguais não.

E se engana quem pensa que a preocupação com a roupa e com o se vestir bem estão ligadas à orientação sexual. Muitos homens heterossexuais têm buscado quebrar estes tabus e mostrar que eles também têm vaidade e que a roupa é muito importante para a construção da identidade e da autoestima.

Indústria da moda masculina

Em um levantamento recente, mostrou-se que o consumo de roupas e cosméticos cresce cerca de 14% ao ano entre o público masculino, taxa um pouco superior se comparada, por exemplo, ao consumo destes produtos pelas mulheres, que bate na casa dos 8% ao ano.

Outra informação surpreendente é que as marcas de roupa luxuosas, aquelas grifes caríssimas, estão aumentando o investimento no setor de moda masculina, para atender a este grupo. Atualmente, elas têm investido no mercado masculino o mesmo tanto que investem no feminino. E isso só acontece porque o consumo por parte deles também é maior.

E-commerce é uma das chaves do negócio

Se você reparar bem, os shoppings e os centros urbanos estão cada vez mais abertos a receber lojas físicas dedicadas à moda masculina. No entanto, nada se compara ao ambiente virtual: na internet é cada vez mais fácil e rápido encontrar lojas totalmente especializadas em roupas masculinas.

E isso também é reflexo do comportamento dos homens contemporâneos: segundo pesquisas feitas pelo mercado, eles têm o hábito de pesquisar informações sobre roupa na internet e, muitas vezes, as compras que fazem são, justamente, nestes e-commerces (lojas virtuais).

Mercado nichado

Outra característica do mercado de moda masculina é que ele está cada vez mais nichado, isto é, focado em estilos e demandas específicas. Então, por exemplo, se o homem tem um estilo mais esportivo de se vestir e curte skate ou surf, certamente, vai achar muitas lojas dedicadas a estes estilos.

Agora se ele tem um estilo mais formal, que precisa usar ternos por causa do trabalho em ambientes corporativos, também vai conseguir encontrar boas lojas dedicadas a este tipo de roupa.

O que os homens procuram na roupa

Se os nossos avós e pais só queriam roupas funcionais que os protegessem do frio ou do calor, os homens contemporâneos têm procurado roupas que conversem com a sua personalidade e que os ajudem a construir a sua autoestima.

Conforto, mas com personalidade

Os homens continuam buscando roupas confortáveis, mas, ao lado da praticidade e simplicidade, eles também querem peças que consigam transmitir uma imagem mais próxima à personalidade deles.

Isso, porque as roupas têm essa capacidade de realçar traços de nossa personalidade e nos ajudam a construir a nossa identidade.

Então, por exemplo, quem é mais descontraído e faz o estilo ‘paz e amor’ costuma usar roupas com tecidos mais leves e com estampas descontraídas. Há algumas décadas, este público certamente sofria tendo que usar as roupas mais formais, como camisas e paletós, que eram quase uniforme dos homens.

Roupas simples, mas com design inovador

Os homens contemporâneos também continuam à procura de roupas simples, com as quais eles não precisem perder muito tempo, seja para se vestir, seja para cuidar dos tecidos. Mas, ao lado desta praticidade, eles também buscam peças com design inovador, com detalhes fashion e elegantes.

Ou seja, a roupa não precisa ser toda “emperequetada”; ela pode ser mais clean e simples, mas precisam ter alguns atrativos visuais. Pode ser uma estampa diferente, pode ser um corte mais inovador, mas a roupa precisa ser elegante e moderna.

Investimento em acessórios

Muitas vezes os homens continuam se vestindo de maneira mais básica, com roupas mais discretas e simples, mas investem em acessórios que podem dar um up na produção.

E vale tudo, desde os clássicos relógios (com as suas variantes, como os smartwatches), até os sapatos, como as botas e tênis em estampas e solados diferentes.

Ou seja, os homens ligam para as roupas sim, já que podem reafirmar a personalidade e criar uma imagem mais polida e sofisticada com a moda sendo usada a seu favor.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.