Uma grande verdade sobre as redes sociais virtuais

Uma grande verdade sobre as redes sociais virtuais

Este é um assunto de extrema relevância. Descubra porque.
Na crista da onda de abusos e mais abusos sobre invasão de privacidade, os Estados Unidos da América estão na berlinda.
Não bastasse os escândalos envolvendo esquemas mirabolantes de espionagem de toda estirpe a partir da terra do Tio Sam, chega à tona a informação bombástica de que as redes sociais teriam as chamadas “portas traseiras” por onde agencias norte americanas de espionagem entrariam com passe livre para acessarem o que bem entendessem.
Fato este, negado pelas principais do seguimento (Google, Microsoft e Facebook) no último dia 12 em audiência no Parlamento Europeu.
Sendo verdade ou não (acho que pode ser sim), o fato é que a privacidade praticamente acabou nesta era moderna. As próprias pessoas se incumbem de uma parcela significativa deste problema.
Cada vez mais usam as redes sociais para exporem desde seus anseios, dúvidas, questões de relacionamento, família até uma simples atitude em um bar ou shopping que se torna motivo de postagem.

redes-sociais-virtuais-versus-depressao

Acho que cada um deve ter o livre arbítrio para escolher o que põe ou deixa de por na internet, mas é importante sabermos de uma coisa: uma vez postado algo na internet, jamais sairá de lá. E todo mundo (qualquer um, bom ou mau) terá acesso.
Já se sabe que existem quadrilhas especializadas no mundo virtual, seja para praticar sequestros, roubos, pedofilia e todo tipo de bandidagem da pior espécie.
Então porque se expor tanto?
Às vezes algo que para nós é apenas um mero detalhe, na mente de um bandido pode ser a deixa que ela estava esperando para atacar.

redes-sociais-virtuais-versus-depressao-1

É claro que as redes sociais por mais virtuais (e frias) que sejam abrigam toda espécie de sentimentos humanos, e um deles está na rabeira do milênio como o mal da sociedade moderna: a depressão.

A carência afetiva nos dias de hoje é tamanha que as pessoas acabam tendo nas redes o refúgio tão esperado para suas amarguras e frustrações.

Se expõem não só por exibicionismo mas principalmente pela falta de algo que não estão encontrando em seus meios pessoais e que de certa forma seria o alimento para as suas almas.
Além disso o vício de estar nas redes está disseminado mundialmente. Até lugares que normalmente são usados para socialização das pessoas acabam virando apenas uma cadeira e uma mesa para acessar a famigerada internet (eu não fico sem, rs).

redes-sociais-virtuais-versus-depressao-2

Deixo aqui desta forma, dois pontos a serem analisados e muito bem pensados.
O primeiro diz respeito a segurança pessoal. Antes de postar algo nas redes pense se realmente é necessário, e se não irá expor demasiadamente você ou algum ente querido.
O segundo, e não menos importante, é sobre a dependência que a maioria de nós temos em relação ao uso das redes como se fosse uma “droga”.
E, como toda “droga”, vicia e seu uso indiscriminado pode trazer sérios problemas, em alguns casos irreversíveis haja visto o número de suicídios registrados tendo como causa o chamado “Cyberbullying”.
Fica dica!
Como dizia minha avó “tudo demais é sobra”!

Grande abraço!

Imagens: sxc.hu

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.