O Serrote de José

O Serrote de José

Por Antônio de Oliveira

Os fatos mostram e a história comprova que principalmente os honestos padecem fiscalização e perseguição. Perseverança se prova nos embates e embustes da vida. Na tormenta, na inundação, na seca, na inflação, o caráter é testado; a perseverança, desafiada. A paciência se sedimenta.

José era carpinteiro. Jesus, o filho do carpinteiro. A propósito, ou sem propósito, o demônio existe? Pelo sim, pelo não, ele prega cada peça… Deixa pegadas, pesadas e profundas marcas. De acordo com o próprio nome “diabo”, ele divide para dominar. Acho que foi ele quem inspirou esta máxima: “Divide et impera”. Dividir para dominar.

Sao-Jose-com-Menino-Jesus-Guido-Reni-1635

O serrote de José era seu ganha-pão, seu sustento. Um serrote sustentava Jesus, Maria e José. Mas o serrote de José não era repicado em dentes.
Era liso. Ou, lisa mesmo e sincera era a conduta de José. Seu serrote não passava de uma faca cega. O corte da madeira se fazia lento. Muito lento. Difícil penetrar cerne adentro.

Contudo, José era diligente, e seu trabalho, proficiente. Por isso, o demônio o espreitava. E vigiava. De dia e de noite. Uma noite, enquanto José dormia, o demônio entra na oficina e realiza seu plano: craveja de cortes seguidos a lâmina do serrote.

Na manhã seguinte, o carpinteiro depara com o malfeito. Seu serrote estava desfeito. Denteado. José se assusta, mas não se impacienta. Viu logo que era obra de algum malfeitor. Destravou o serrote, pacientemente. E fez um teste.
Surpresa! O serrote então se tornara serrote mesmo. Roc-roc!… A madeira cedia suavemente. Estava descoberto o serrote que serra…

condore-voo-do-condor

Num hipódromo os cavalos não saltam obstáculos imaginários. Não. Os obstáculos são reais. Eles acontecem e são acontecidos. O Sol desaparece. O Sol renasce. Cada dia nova luz, nova descoberta. Com obstinação, o serrador serra a dor. De cada dor, com dor, nasce um lindo condor. E, como o céu é do condor, dissipa-se a dor.

Não raro alguém nos faz um mal que se transforma num bem.

Grande abraço!

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Imagens: sxc.hu e wikipedia (domínio público)

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.