Natal, Hino à Simplicidade

Natal, Hino à Simplicidade

Por Antônio de Oliveira

Naquele tempo, foi dada uma ordem para que fosse recenseado todo o orbe dominado pelo Império Romano. A determinação partira do próprio imperador César Augusto. Tratava-se, na verdade, de mais uma exigência inesperada, principalmente para José e Maria, que estava grávida.

O decreto do imperador era válido, assim, para todo o império, inclusive para Israel. O censo tinha como objetivo demonstrar a quantas andava o prestígio do Império Romano. Que cada homem fosse com os familiares à sua terra natal. A medida era também, ou, sobretudo, de caráter financeiro, pois assim cada pessoa teria uma espécie de CPF, o que facilitaria a cobrança de impostos.

Foi então que José se dirigiu da Galileia, da cidade de Nazaré, à cidade de Davi, que se chamava Belém, para se alistar juntamente com Maria, sua esposa, numa viagem em que se corriam riscos: risco de aborto, no decorrer da viagem, risco de sofrer assaltos e pilhagens. Viagem arriscada, portanto, pois não faltavam motins e rebeliões provocadas por grupos de guerrilheiros, por bandidos e salteadores de estradas, como por parte também dos zelotes. Zelotes eram membros de um partido judeu que se opunha à dominação romana. Zelote se refere àquele que se considera defensor das leis de Deus.

nascimento-de-Cristo-Michelangelo-Caravaggio

Em Belém completaram-se as semanas em que Maria daria à luz. E ela deu à luz o seu filho, envolveu-o em faixas e o reclinou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem. Ambiente de simplicidade em contraste com os políticos e seus mancomunados, opressores do povo à moda imperial romana, que vivem o fausto de fortunas ilícitas.

Mas é motivo de alegria, sim. Glória a Deus nas alturas e, na terra, paz aos homens. Tudo dentro de uma sublime simplicidade na perspectiva cristã. E esse é o verdadeiro sentido do Natal: uma ode ao desapego, um momento de renovação, um hino à alegria, um apelo à paz. “Um menino nasceu – o mundo tornou a começar!” Feliz Natal!

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.