Dia dos Namorados

Dia dos Namorados

Por Antônio de Oliveira

No seu livro A Dupla Chama, Octavio Paz diz que o amor é uma paixão que quase todos veneram e poucos vivem realmente. E talvez a explicação seja esta, de Abgar Renault: “O amor próprio costuma ser maior do que o próprio amor”. E isso invalida não se sabe quantas juras, frequentes juras de amor. Um trecho da música The End, dos Beatles, diz assim: “The love you take is the love you make”, o amor que você recebe é o amor que você oferece. E num musical, também dos Beatles, nos Estados Unidos, no fim do espetáculo essa frase ficava gravada na parede. Oxalá fique gravada também nos corações dos namorados. De ontem e de hoje. Sem dar pausa para o coração.

mensagem-dia-dos-namorados-2015

“Je cherche le bien où je le trouve”, é como se diz em francês. Numa tradução livre: escarafuncho coisa boa, não importando onde. Garimpem-se diamantes, em peneiradas, no meio da roda de cascalho. Rita Lee lembra, numa canção: “Foi quando meu pai me disse: Filha, você é a Ovelha Negra da família. Agora é hora de você assumir Uh! Uh! E sumir!…” Em tempo: antes que os puros de coração me apedrejem, pois hoje em dia a expressão ovelha-negra está vetada como preconceituosa, pois considerada politicamente incorreta. Mas, entendendo o sentido dado a ovelha-negra, interessante é que a própria Rita Lee, comparando Amor e Sexo, sem desfazer deste, mas sublimando aquele, canta, dentre outros, estes versos: “Amor é cristão. Sexo é pagão. Amor é latifúndio. Sexo é invasão. Amor é divino. Sexo é animal. Amor é bossa nova. Sexo é carnaval.”

dia-dos-namorados-2015

E, além de romântico, o amor deve ser duradouro. Aos 18 anos, o cantor carioca Duam Socci disse, numa entrevista: “Pô, namorada é para a vida toda…” Para sempre. O importante é ser feliz fazendo alguém feliz. E o namoro é uma porta aberta, uma janela para esse tipo de investimento. Um seguro de vida para uma vida segura, prestante, em família, com a garantia de um grande banco: o Banco do Amor. Então, feliz Dia dos Namorados!

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.