Trágica história da Menina Lobo Liu Giangli

Trágica história da Menina Lobo Liu Giangli

Agora com seis anos de idade, que nasceu com um revestimento de pele preta grossa peluda em seu rosto e em mais de 60 por cento de seu corpo por causa de uma condição rara que afeta uma a cada bilhão de pessoas, comove o mundo.
Como se isso não fosse suficientemente ruim, quando estava com dois anos de idade sua mãe abandonou a casa da família e logo depois o pai a levou ao berçário e nunca mais voltou para buscá-la.

A creche fez anúncios em jornais pedindo a parentes da criança para resgatá-la de volta e após seis meses de anúncios, o avô de um de seus primos apareceu para levá-la.
Liu Mingying oriundo de Guiyang província de Guizhou no sudoeste da China cuidou de Liu desde então.

A principal preocupação agora é como ela vai estudar sem ser insultada ou ridicularizada na escola, pois Liu não conseguiu fazer um amiguinho sequer devido ao medo que todos tem de sua aparência bizarra.
“É muito coceira, mas não dói”, diz a pequena Liu ao ser questionada sobre a patologia.

Não há atualmente nenhuma explicação oficial para a condição de Liu, no entanto, seu caso é muito semelhante a uma síndrome conhecida como Hipertricose Universalis que deixa o corpo dos doentes inteiramente cobertos de pêlos.

É uma história muito comovente não é pessoal?
Tomara que as autoridades chinesas descubram um meio de ajudar Liu na difícil trajetória que terá de agora em diante. Ela não pode se isolar do mundo senão corre o risco de sofrer mais ainda num futuro próximo.
Estamos torcendo por você Liu!
Grande abraço!

Fonte:
huffingtonpost.co.uk

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.