Maturidade e sabedoria devem caminhar juntas

Maturidade e sabedoria devem caminhar juntas

O texto a seguir reflete e traduz muito bem uma questão crucial e inerente ao ser humano: a maturidade.
Algumas pessoas amadurecem em menos tempo se comparadas a outras, porém o caminho vem para todos.
É claro que os níveis de maturidade, se é que podemos tratar de “níveis”, são extremamente diferentes quando se trata do ser humano.
Mas não é este o ponto deste artigo, e sim o fato de aprendermos cada dia um pouco mais com pessoas que impreterivelmente estão alguns passos à nossa frente em alguns quesitos, sentimentos e emoções humanas.
É o caso deste trecho extraído do poema original de Ricardo Gondim, Tempo que foge!
Leia e depois comente se eu tenho razão.
Grande abraço!

O valioso tempo dos maduros
Trechos de Ricardo Gondim

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de jabuticabas…
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar
da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo
de secretário geral do coral.
‘As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos’.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa…
Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!

Fonte:
ricardogondim.com.br
Imagens:
sxc.hu
Indicação:
Celia Spangher

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.