Apostas online: que universo é esse?

Apostas online: que universo é esse?

Imagine que você gosta de futebol e tem um sentimento irresistível de que, contra todas as previsões, o Corinthians irá vencer o Brasileirão em 2019. Não seria bacana colocar uma pequena aposta em um casa de apostas e tentar ganhar um prêmio inesperado com isso? Ou talvez apostar se a Juventus irá conseguir mesmo vencer a Champions League, com Cristiano Ronaldo faturando nova vitória na maior competição europeia?

Esse é o universo das apostas esportivas e você já compreendeu sua lógica simples. No limite, se você quiser apostar um pequeno valor em vários jogos, mesmo em times de que você não é torcedor ou em competições que você nem conhece, pode fazer isso mesmo. As apostas são uma forma de aumentar o interesse e a emoção pelo futebol. Em um país de futebol como é o Brasil, é inevitável que as apostas, ainda que no momento atual não estejam totalmente liberadas, sejam uma forma de entretenimento com futuro.

Um grande negócio à nível mundial

As apostas vêm-se relevando como um grande negócio por todo o planeta, graças à internet. Grandes empresas de software e informática, reproduzindo suas plataformas eletrônicas e apostando em um marketing agressivo, vêm conquistando novos mercados à medida que o mundo fica mais conectado à internet. O fenômeno é intenso na Europa, mas as casas de apostas estão atentas ao mercado asiático, de onde vêm milhões de apostadores que adoram o futebol europeu.

Atenção; o futebol sul americano também tem grande prestígio, e em especial o brasileiro. Basta lembrar o papel do Brasil no seriado de “anime” “Super Campeões”, que vem inspirando gerações de jovens jogadores e torcedores, não só no Japão mas por todo o mundo. Veja-se o famoso caso de Iniesta, do Barcelona, que se declarou super fã da série.

O futebol não é o único esporte incluído, claro. É possível fazer apostas nos resultados de jogos, partidas, copas e campeonatos de basquete, futebol americano, voleibol, hóquei, automobilismo e mais. Entretanto, estima-se que cerca de 70% da receita de apostas à nível mundial esteja ligada ao futebol.

Legalização não significa liberação

Como se sabe, as apostas são proibidas no Brasil. A lei penaliza o organizador da banca (independente de ser online ou offline) e o próprio apostador. Só é possível apostar em sites que operem a partir do estrangeiro, pois sobre esse ponto a lei era omissa; e para todo o efeito, a aposta era registrada no exterior, por isso era como se o cidadão tivesse viajado até lá e feito a aposta pessoalmente.

Entretanto, já foi passada a Lei 13.756/2018, que cria o regime de apostas de quota fixa. A legalização só não significa liberação imediata porque agora é necessário criar todo o regime em detalhe e na prática, com procedimentos envolvendo a Fazenda, organizações como a Confederação Brasileira de Futebol, as autoridades policiais, etc.. Mas a nova lei já trouxe algumas mudanças, como o fato de já serem aceites os patrocínios de casas de apostas. O Fortaleza é o primeiro a aproveitar oficialmente a abertura da nova lei, tendo já assinado um acordo de patrocínio com o site NetBet.

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.