A Praça é Nossa: Creta, do Europa nas mãos da comunidade

A Praça é Nossa: Creta, do Europa nas mãos da comunidade

Umas das praças mais bonitas da cidade e terceira da regional, não é cuidada pelo poder público!
Acreditam?
É verdade.
Este é um grande exemplo de quando a comunidade resolve agir a coisa funciona!
Estamos falando da Praça Creta no bairro Europa em Belo Horizonte, Minas onde os moradores resolveram adotar a praça por conta própria rateando os custos e mão de obra.

Este artigo serviu de inspiração para a reportagem “A Praça é Nossa” publicada na primeira edição da Revista Por Exemplo do Grupo Extra em setembro de 2011.

Após vários chamados e apelos junto ao poder público sem retorno suficientemente satisfatório, a comunidade cansou! Cansou e resolveu arregaçar as mangas fazendo com as próprias mãos o que minha avó já dizia há muito tempo: “Quem quer faz, quem não quer manda”.

O carioca Paulo César, aqui radicado e apaixonado por Belo Horizonte ao lado dos mineiros Ricardo, Maria Elvira, e Vilma (administradora do Bar Pantanal tradicional na região há 20 anos, localizado em frente a praça) são alguns dos mais participativos, grandes incentivadores e os que deram início ao movimento.

Tudo começou com uma reunião etílica dessa turma, claro, no Pantanal onde resolveram começar eles mesmos a manutenção da praça. Conversa daqui, conversa dali, foram definindo as estratégias e os planejamentos.
No início foi bem difícil pois praticamente eram apenas eles, porém o movimento foi crescendo e consequentemente mais participações foram surgindo de forma que a história da praça virou até matéria de jornal.

O carioca, encarregado de recolher as finanças vai passando a “sacolinha” entre os moradadores e arrecadando parte da verba para os procedimentos (sendo que muitas vezes ele e o próprio Ricardo já custearam boa parte dos gastos).
Os que não podem doar dinheiro participam de alguma forma, seja com mão de obra, pesquisa de preços ou qualquer outra coisa, e o projeto caminha.

Com a praça bonita e limpa a comunidade é só elogios, pois além de proporcionar mais um espaço agradável para o lazer promove a auto-estima dos moradores que passaram a frenquentar muito mais o local após o movimento.
Fizeram também uma decoração especial para o Natal (assim que receber as imagens postarei aqui) que ficou muito bonita!

Fico muito feliz com este tipo de atitude a qual tive o prazer de participar e conhecer de perto.
Deixo aqui meus parabéns a todos os envolvidos e a certeza que de alguma maneira este artigo será um formador de bons conceitos e servirá de exemplo para muitos daqueles que em várias oportunidades têm as idéias mas não as colocam em prática!

Atualização:
Em 2011 a Praça Creta Ganhou o Prêmio Cidade Jardim De 2011.

O que você achou este artigo?
Comente aqui e divida suas idéias com a gente!
Grande abraço!

Atualização:
Este artigo foi publicado na revista Por Exemplo do Grupo Extra através da reportagem “A Praça é nossa” (páginas 40, 41 e 42) na edição de setembro 2011.

Do autor:
Tomé Ferreira

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

9 comentários em “A Praça é Nossa: Creta, do Europa nas mãos da comunidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.