O que fazer quando meu site não aparece no Google?

O que fazer quando meu site não aparece no Google?

Seu site não aparece mais nos resultados de busca do Google? Saiba como reverter essa situação em pequenos passos, simples e rápidos para o seu negócio voltar a ter visibilidade na internet.

A página do seu site por acaso parou de aparecer nas buscas orgânicas do Google? Calma que com alguns ajustes você consegue reverter essa situação. Para recuperar o tráfego do seu site, manter a visibilidade da sua marca, cadastro de clientes e vendas, você precisa primeiro entender o por quê alguma página do seu site foi excluída pelo algoritmo dos mecanismos de buscas.

Quando estratégias de SEO elaboradas por agencia marketing são colocadas em prática, algo pode dar errado no meio do caminho. Isso porque todo conteúdo publicado na rede será identificado pelos robôs do Google.

Mas como todo sistema, ele pode falhar e os robôs podem acabar apagando, sem querer o seu conteúdo, fazendo com que não apareçam nos resultados das buscas. É importante deixar claro que, neste post, não estamos falando dos casos quando o seu site sofre penalizações do Google, por exemplo.

Aqui nós vamos falar sobre:

  • Por que páginas de um site podem desaparecer no Google?
  • O que fazer quando se tem site omitido pelo Google?

Por que páginas de um site podem desaparecer no Google?

Tenha em mente que o único objetivo do Google é permitir a melhor experiência para o usuário. E para isso, ele precisa mostrar conteúdos relevantes para esclarecer dúvidas e resolver os problemas das pessoas, em apenas alguns cliques.

Por esse motivo, o Google conta com alguns robôs, chamados Googlebots que atuam como mecanismos de defesa do sistema. eles são capazes de identificar as falhas em todos os sites que podem prejudicar a experiência do usuário.

Assim, os robôs excluem páginas com conteúdo repetidos, ou quando o redirecionamento de uma página leva para outro site completamente diferente do que foi prometido ao usuário, quando ele percebe que uma rede de blogs privados foram criados para compartilhamento de links e repassar autoridade para sites terceiros, entre outros.

Caso os Googlebots identifiquem essas práticas, vistas como ruins pelo Google, algumas penalidades são feitas pelo algoritmo, sendo elas a perda de posicionamento no ranking e até mesmo a omissão da página.

Existem diversas razões para que isso aconteça, mas antes, você precisa entender a diferença entre as páginas ranqueadas e não-ranqueadas pelo Google.

1.   Páginas ranqueadas

Para obter melhores resultados nas pesquisas, os sites focam estratégias em SEO, mas podem acabar exagerando para ranquear melhor as palavras-chave do site e prejudicando no ranqueamento.

Se o seu blog fala sobre soluções agencia marketing por exemplo, você obviamente vai focar em palavras deste segmento. Para melhorar a posição do seu site com a palavra-chave marketing digital, você cria três textos diferentes para abordar sobre o assunto.

Mesmo que os seus textos tenham abordagens diferentes e que os três tenham qualidade no conteúdo, o seu site não vai aparecer nas três primeiras posições do Google, por exemplo. Isso porque, ele vai ignorar dois textos e mostrará apenas um, o que ele achar que é mais relevante para o usuário que fez a busca pela palavra-chave marketing digital.

Essa competição de palavra-chave no seu próprio site pode prejudicar a autoridade de domínio (DA)  e a autoridade de página (PA).

Outro motivo que pode apagar uma página do seu site é que o usuário não clique no seu link. Isso conta muito para o Google, porque os usuários escolhem abrir o link que mais lhe interessa. E se o seu site, se tiver nas primeiras posições e for ignorado pelos usuários, a chance do seu conteúdo perder relevância é grande.

2.      Páginas não-ranqueadas

Muitos não sabem, mas o Google não indexa páginas imediatamente. Por isso, se você criou um site recentemente, precisa fazer o processo manualmente no Google Search Console. Para fazer isso, você precisa inserir um arquivo de sitemap (documento que contém todas as informações que o seu site possui).

Feito isso, o seu site será indexado no Google e aí sim aparecerá nos mecanismos de busca.

Mas, se você já indexou o seu site, e mesmo assim não está aparecendo nas buscas, você precisa verificar se o marcador do seu Sistema de gerenciamento de conteúdo (CMSs), seja ele WordPress, Blogspot ou Wix, está com a opção para ‘não aparecer nos resultados de buscas’ desativada.

Agora, se as duas opções acima já foram verificadas e nada está irregular, o seu conteúdo pode estar muito semelhante aos textos do seu próprio site ou de blog de terceiros. Para saber quais os artigos do seu site que podem estar ‘brigando’ entre si por visibilidade no Google, é super fácil:

Abra a página do Google e coloque no campo de busca o comando: ‘site:endereço do seu site’. Desse jeito, todas as páginas indexadas do seu site aparecerão na sua tela. Mas se você quer procurar um material específico, digite a palavra-chave depois da URL do seu site.

Exemplo: ‘site:endereço do seu site + palavra-chave’. Vamos supor que você quer buscar por marketing digital, então sua pesquisa ficaria assim: ‘site:endereço do seu site marketing digital’. Assim, todas as páginas do seu site que tiverem com estratégia de SEO voltada para essa palavra-chave irá aparecer na busca.

Assim, você consegue visualizar todos os conteúdos você tem e pode fazer uma reciclagem dos artigos, excluir alguns se necessário, ou até mesmo achar outra palavra-chave para que seus artigos não percam relevância no rankeamento do Google. Confira o que você pode fazer com esse conteúdo no próximo tópico.

O que fazer quando se tem site omitido pelo Google?

1.   Modificar título e description

Diferenciar as páginas com estratégias de SEO é eficaz. Comece com o básico, procure por uma nova palavra-chave e altere o título e description da página. Essa pequena mudança vai melhorar e muito o seu rankeamento.

2.           Alterar o conteúdo do artigo

Se você acha que é necessário revisar o conteúdo, para melhorar a experiência do usuário e até mesmo para acrescentar mais informações e sanar todas as dúvidas dos seus leitores, faça!

Lembre-se do objetivo principal do Google: dar a melhor experiência ao usuário. Foque o seu esforço nisso e invista tempo para melhorar os conteúdos que você já tem e sabe que são de extrema importância para o seu negócio e para os seus clientes.

Aqui é legal estar atento em algumas estratégias de SEO que você pode utilizar na estruturação do seu conteúdo. E se você não tiver muita noção do assunto, conte com a ajuda de alguma agencia marketing da sua confiança.

3.           Checar a estrutura do site

Aqui você vai verificar os conteúdo duplicados do seu site. E-commerces são os que mais tem chance de possuir conteúdo repetido, mas a dica também é válida para blogs muito grandes ou que abrangem diversas categorias.

No segundo caso é mais fácil de resolver. Se o seu blog tem conteúdo duplicado, ou muito semelhante, você tem duas opções:

Apagar o artigo mais recente, porque esse artigo provavelmente ainda não foi ranqueado pelo Google. Ou se a página tiver uma autoridade muito grande, você pode repassar essa autoridade para outra.

Você pode fazer o repasse por meio do post satélite, sinalizando ao Google qual o conteúdo você quer que ele dê prioridade. Outra possibilidade é você transformar dois textos em apenas um, mesclando os conteúdos, criando um artigo mais extenso.

Se você optar pela segunda opção de mesclar os conteúdos em apenas um, certifique-se que o usuário seja redirecionado automaticamente para a URL certa.

Conclusão

Feito todas as verificações e reformulando os conteúdos do seu site, os resultados orgânicos do seu site voltarão ao normal no Google. Lembre-se que é uma tarefa trabalhosa e que exige tempo e atenção. Por isso, se você não tem disponibilidade para isso, contrate uma agencia marketing para te ajudar a ter os melhores resultados em SEO.

Por Jacqueline Gonçalo

Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Press Office

Photo by Svilen Milev from FreeImages

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.