Estratégia agência de publicidade: Utilize a memória dos seus clientes

Estratégia agência de publicidade: Utilize a memória dos seus clientes

Entenda mais como a memória funciona e como pode ser usada como estratégia para chegar no top of mind dos seus clientes.

Quando se fala em estratégias de marketing digital, há quase uma infinidade de técnicas, desde as mais convencionais, até as mais mirabolantes. Como nos dias atuais, tudo está valendo para conquistar novos clientes, fidelizar os existentes e lucrar ainda mais, as agências de publicidade, estão sempre se atualizando de estratégias para melhorar cada vez mais esses processos.

No post de hoje nós vamos falar sobre como entender o funcionamento da memória humana pode te ajudar a vender mais e como utilizar esse conhecimento para criar ações de marketing mais efetivas.

  • Como funciona a memória das pessoas?
  • Armazenamento de memórias: como funciona
  • Recuperando memórias
  • Aplicação no marketing

Como funciona a memória das pessoas?

Com certeza você pensou que a memória possui a única função de nos fazer lembrar de coisas do passado, certo?! Bom, não é só isso! A verdadeira função da memória é nos ajudar a tomar melhores decisões no presente, para que no futuro, nós tenhamos mais chances de sermos bem sucedidos.

A memória não registra perfeitamente o que aconteceu no passado, ela grava a sua interpretação dos eventos. E ela é dividida em duas estruturas, as de curto prazo e as de longo prazo.

Memórias de curto prazo, utilizamos para nossas atividades do dia a dia. Nela estão os acontecimentos recentes e de algumas vivências anteriores. Já as memórias de longo prazo, é onde as lembranças ficam armazenadas, até que surja a necessidade de recuperá-las.

Quando algo acontece com você, a interpretação desse acontecimento passa pela memória de curto prazo, e depois disso, é transferido para o setor das memórias de longo prazo.

Armazenamento de memórias: como funciona

Essa é uma parte um pouco complexa de se explicar, mas de modo geral os eventos que acontecem na sua vida são uma junção de cores, cheiros, nomes e sentimentos. Com o passar do tempo, essa ligação vai se enfraquecendo, mas cada vez que você revive algum desses elementos, a conexão entre eles se torna mais forte. O que nos leva ao próximo tópico, o da recuperação.

Recuperando memórias

Tudo o que você vivencia no presente força o seu cérebro a buscar por memórias de longo prazo. Isso serve para que você não cometa os mesmos erros ou repita um sucesso que já tenha alcançado.

Mas, quando se encontra nas memórias de longo prazo, nós procuramos por conexões ainda mais fortes para ser relacionadas com o presente. É devido a isso que quando se pensa em leite, também pensamos na cor branca ou quando pensamos em ferramenta de busca online associamos com o Google.

Aplicação no marketing

Mas você deve estar pensando: o que tudo isso tem a ver com o marketing? Bom, chegou a hora de explicar. Entendendo todos os pontos que fazem com que nossa memória nos ajude a tomar melhores decisões, é possível criar várias estratégias para que produtos ou serviços dos seus clientes fiquem no “top of mind”.

Pensando no momento de compra, temos algumas dicas para dar para sua agência de publicidade:

  1. É importante indicar que os seus clientes conheçam a fundo o público-alvo deles. Saber gênero, identidade sexual, classe social, idade, motivações, estilo de vida e hábitos para saber o que eles querem com o produto ou serviço que seu cliente oferece.
  2. Outra informação que seu cliente precisa ter é: em que momento e/ou situações o produto ou serviço dele é consumido? Qual dia da semana, horário, época do mês? É durante eventos específicos, com os amigos, família ou sozinho que ele toma a decisão final de compra?
  3. Próximo passo é entender profundamente de que maneira o cliente adquire o produto/serviço. É pela internet ou loja física? Ou ele compra e já consome?

Sabendo essas informações é a hora da sua agência de publicidade atuar. Crie ações que contenham fatores que despertem a memória do cliente na hora da compra. Vamos aos exemplos?

  • Loja de roupas: Foi apurado que o público é majoritariamente mulheres dos 24 aos 28 anos, de classe média, que trabalham bastante e são usuárias de redes sociais, mas gostam de sair com as amigas para se divertir. Costumam comprar nos dias de semana pela internet, entre a segunda e quinta-feira, no período noturno. O motivo da compra é se manter sempre na moda, já que se inspiram muito pelas redes sociais.
  • Ações de marketing: É preciso criar uma conexão entre as roupas, o uso das redes sociais e a diversão com as amigas. Como o público não compra durante o dia ou nos finais de semana, mas usa bastante as redes sociais, é a oportunidade de mostrar nesses momentos, conteúdos sem o intuito de vender nada. Já nos dias e horários que costumam comprar, você mostra os produtos, reativando a conexão criada por meio dos conteúdos. É importante que as chamadas de ação reforcem muito a ideia de que “roupa nova” é igual a “estar na moda”, que é objetivo da cliente.

Se a sua agência de publicidade for capaz, tanto com empresas B2B quanto B2C, de impactar os clientes com esse tipo de ação, aposte nessa estratégia. As conexões precisam ser reforçadas ao longo do tempo, até que sejam fortes o suficiente, a ponto do cliente sentir necessidade de realizar a compra.

E aí, acha que esse tipo de abordagem pode ser utilizada na sua agência de publicidade? Conte para a gente nos comentários!

Por Jacqueline Gonçalo

Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Press Office  |  Imagem: freeimages.com

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.