Gratidão

Gratidão
Por Antônio de Oliveira

Expressa em fórmulas de agradecimento, a virtude da gratidão comportaria três níveis: formal, semiformal e profundo. Uma vez que se admita ser a linguagem espelho da alma, individual e cultural, a maneira de agradecer em palavras talvez possa ter, no fundo, alguma correspondência com cada um desses níveis. Às vezes achamos sem graça a nossa maneira de agradecer, em português, com um “obrigado”.

significado-dia-da-gratidao

Em inglês, “thank you”, e, em alemão, “zu danken”, independentemente do tom, enquadrar-se-iam no nível mais formal. Num nível intermediário, semiformal, em línguas neolatinas, “merci”, em francês; “gracias”, em espanhol; “grazie”, em italiano. Já em português, dizemos “obrigado”. E o que significa obrigado como fórmula de agradecimento? Significa vínculo. Isto é, não apenas agradecemos mas ficamos vinculados à pessoa a quem agradecemos. Toda vez que dizemos “obrigado” é um laço que, mesmo momentaneamente, no caso de um estranho, nos prende ao atendente cordial.

dia-da-gratidao

Cordial, outra palavra forte. De coração, cordialmente. No comércio, por exemplo, preço não é tudo. Claro que pesa no bolso do aposentado e do trabalhador comum, mas o grande aliado do preço é o bom atendimento. Quando somos bem atendidos em qualquer situação, sentimo-nos obrigado ou obrigados, e as mulheres, obrigada ou obrigadas. Vínculo que não ocorre no disque 1, disque 2… até o infinito…

dia-universal-da-gratidao

Nesse contexto, nossa linguagem é significativa e coerente. O agradecimento, em português, significando vínculo, vincula no singular e no plural, no masculino e no feminino. Concordância nominal que não ocorre nas línguas estrangeiras citadas acima. Lição de gramática, lição de vida, graças à língua, e… graças da língua.Talvez quase ninguém ache graça nisso. Mesmo assim, gracias, grazie; merci, peço misericórdia, ao pé da letra. Por fim, eu lhe digo obrigado por me ler e, nesse intercâmbio, fico eu mais obrigado que você. Um “link” entre nós dois. Um compartilhamento.

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Imagens: sxc.hu

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.