Dia Internacional da Mulher: quais exames auxiliam na prevenção de doenças?

Dia Internacional da Mulher: quais exames auxiliam na prevenção de doenças?

O Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março em homenagem às lutas das mulheres pelos direitos igualitários. A Organização das Nações Unidas (ONU) aproveita esta data para fazer conferências que ressaltam as conquistas e falam sobre a importância do papel da mulher na sociedade.

Além disso, ela também discute outros temas e propõem novas discussões. Uma delas, sempre uma pauta destes encontros, trata da saúde das mulheres e exames essenciais para sua manutenção. Os testes preventivos são essenciais desde a infância, porém durante o passar dos anos eles se tornam cruciais.

Conheça os exames médicos que identificam de maneira precoce as principais doenças. Vale ressaltar que a periodicidade dos exames depende de cada paciente, mediante a avaliação médica.

prevenção-saude-dia-internacional-da-mulher

Adolescência
Quando a menina entra na puberdade, a partir da primeira menstruação, os exames periódicos ginecológicos devem começar para que os médicos acompanhem as mudanças do corpo, dos órgãos e dos hormônios de perto. Portanto, anualmente, é necessário realizar uma bateria de testes.

O papanicolau, que é a coleta de material do colo do útero, pode detectar precocemente o câncer do colo uterino ou outras doenças ginecológicas e sexualmente transmissíveis. O autoexame das mamas, que pode ser feito em casa, deve ser incentivado para que se perceba nódulos ou mudanças ainda no início.

Além disso, é importante começar o acompanhamento dos hemogramas, os exames de sangue. Nesta fase, quando a influência dos hormônios sobre os outros mecanismos do corpo e do organismo é maior, as mulheres ficam mais suscetíveis desenvolver doenças como diabetes, hipertensão e alterações na tireoide.

30 anos
A partir desta idade, além dos exames já citados, é crucial que as mulheres comecem a realizar mamografias, pelo menos uma vez por ano, para a prevenção de doenças mamárias. Essa indicação se dá, principalmente, àquelas que já contêm histórico de câncer de mama na família.

40 anos
Outra bateria de exames deve ser incluída aos testes de rotina, quando as mulheres completam 40 anos: densitometria óssea, que detecta osteoporose, ultrassonografia pélvica e transvaginal, capaz de avaliar o estado do ovário e dos úteros, e realizar uma avaliação cardiológica.

50 anos
Os médicos costumam incluir a colonoscopia, para avaliar a situação do intestino, e o exame do fundo do olho, a fim de detectar problemas mais graves que podem afetar a visão.
Após a menopausa
Alguns exames citados acima, mesmo depois da menopausa, continuam sendo solicitados pelos médicos a fim de acompanhar se há o desenvolvimento de novas doenças que podem atingir as mulheres. Tudo a título de prevenção.

Grande abraço!
Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.