Conheça as características profissionais mais procuradas no mercado de trabalho

Conheça as características profissionais mais procuradas no mercado de trabalho

Facilidade de comunicação, pensamento crítico e criatividade são alguns dos itens mais requisitados

As novas transformações tecnológicas e do mundo do trabalho trazem novas competências para os profissionais que desejam conquistar uma nova oportunidade. Até mesmo para aqueles que vão para carreiras públicas, apesar de não passarem por uma entrevista formal de emprego, também lhes é exigido boa postura profissional e habilidades para a gestão das tarefas.

A ascensão de novas tecnologias e de uma maior quantidade de dados disponíveis fizeram com que a automação do trabalho já seja uma realidade por meio da inteligência artificial. Não é mais coisa de filme futurista, embora muitos empregos ainda não tenham sido afetados por aquilo que alguns especialistas chamam de quarta revolução industrial.

Se todas as empresas decidissem substituir trabalhadores humanos pela tecnologia, até 30 milhões de empregos com carteira assinada seriam substituídos por robôs até 2026, segundo estudo feito pelo Laboratório de Aprendizado de Máquina em Finanças e Organizações da UnB (Universidade de Brasília), divulgado no início do ano.

Crédito: divulgação

Apesar dos números alarmantes, não significa que na prática esses empregos serão automaticamente excluídos. Isso depende de vários fatores, como programas de treinamento, preparação do mercado de trabalho e esforços governamentais.

O surgimento de novas profissões também faz com que o mercado procure novas habilidades. Mas não pense que elas só estão relacionadas com funções mais técnicas, como o ramo da inteligência artificial. Elas estão presentes, sim, mas não são as únicas. Com as novas tecnologias, exige-se do ser humano aquilo que ele foi feito para fazer: resolver problemas, ter inteligência emocional e ter ideias criativas.

Em resumo, são as habilidades humanas que ganham destaque em um contexto de revolução no mercado de trabalho. A maior rede social profissional do mundo, LinkedIn, fez um levantamento das habilidades mais procuradas pelas empresas em 2019.

Elas se dividem em duas categorias. Nas habilidades sociais, estão os talentos pessoais, imprescindíveis para a solução de problemas e trabalho em grupo. Entram nessa lista  criatividade, persuasão, colaboração, adaptabilidade e gestão do tempo.

Para complementar as habilidades sociais, o LinkedIn também selecionou as habilidades profissionais, relacionadas com assuntos mais técnicos e específicos. Nessa lista estão computação na nuvem, Inteligência Artificial, raciocínio analítico, gestão de pessoas e UX Design. Como se pode perceber, são temas que atualmente estão em alta no mercado de trabalho e, portanto, recebem maior atenção e demanda de um serviço especializado. Não significa, no entanto, que essas são as únicas habilidades exigidas.

Ambiente acadêmico também se movimenta

Quem também busca fazer pesquisas para entender as novas tendências e as exigências do mercado de trabalho são as instituições de ensino superior. A Universidade Braz Cubas, por exemplo, fez uma pesquisa com empresas de pequeno e grande porte que empregam, no total, mais de 20 mil pessoas. Durante dois anos, a instituição ouviu executivos e recrutadores para entender quais são as 40 habilidades e competências a serem desenvolvidas para quem quer conseguir um emprego.

O foco, segundo a universidade, foi voltado para o curso de administração, mas muitos dos itens podem ser adequados para profissionais de outras áreas do mercado de trabalho. Os dados são úteis até mesmo para quem deseja ingressar no serviço público por meio do concurso PCDF.

A instituição utilizou a pesquisa para desenvolver um novo modelo de curso de administração, sem disciplinas ou currículo estabelecido previamente. O que há são objetivos específicos, como criar uma empresa e gerir pessoas e unidades de conteúdo para o desenvolvimento das habilidades e competências observadas no estudo. A avaliação dos estudantes também não é mais feita com base nas notas, e sim no desempenho em um programa personalizado, segundo a universidade.

“Nosso foco é garantir a aprendizagem e, consequentemente, a empregabilidade, com projetos que exercitam a capacidade de resolver e empreender”, enfatiza José Maria Silva Júnior, diretor de Relações Institucionais. Abaixo, confira as 10 maiores competências e habilidades detectadas pela pesquisa:

  1. Solução de problemas – pequenos ou complexos.
  2. Trabalho em grupo.
  3. Facilidade de comunicação.
  4. Pensamento crítico.
  5. Criatividade.
  6. Iniciativa.
  7. Instrução, conhecimento técnico.
  8. Liderança.
  9. Inteligência emocional.
  10. Capacidade de negociação.

Portanto, se o seu objetivo é conseguir um espaço no mercado de trabalho, precisa ficar atento a algumas dessas competências. Nem todos as possuem por completo, mas o desenvolvimento pode ser gradual. Em alguns casos, uma habilidade pode não ser tão necessária, dependendo da sua área de atuação.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.