Anticoncepcional para cachorros coloca a vida do animal em risco

Anticoncepcional para cachorros coloca a vida do animal em risco

Para quem preza pela saúde do animal, a castração é a solução mais efetiva e segura

De uma forma geral, existem duas maneiras de se evitar uma gravidez inesperada em animais domésticos: a castração e o uso de anticoncepcionais. A principal diferença entre os dois é que a primeira tem efeito definitivo, enquanto a segunda tem ação temporária.

Por ser relativamente barato, o uso de anticoncepcionais tem se tornado uma prática relativamente comum. Porém, isso pode trazer sérias consequências a seu pet, já que o uso indevido pode gerar uma gravidez inesperada e, pior que isso, esses medicamentos podem gerar sérias consequências, e até a morte.

No final das contas, é preciso analisar com muito cuidado qual é o melhor método contraceptivo para seu animal de estimação.

Castração X Anticoncepcional: Prós e Contras

É claro que escolher o melhor método contraceptivo nem sempre é algo simples, e, por isso, vale a pena analisar detalhadamente os benefícios e possíveis prejuízos à saúde canina.

Castração em cadelas

A castração de fêmeas corresponde à remoção do útero e dos ovários, eliminando, portanto, qualquer possibilidade de procriação. O procedimento cirúrgico, que é realizado exclusivamente por médicos-veterinários, é relativamente simples e pode ser feito a partir dos quatro meses de idade.

Um dos maiores benefícios da castração é, obviamente, impedir que a fêmea tenha filhotes, mas não é só isso. Existem estudos que comprovam que há uma expectativa de vida maior para animais castrados. Para se ter uma ideia, uma cadela castrada pode viver até 26% a mais do que outra não castrada.

Outro ponto forte a favor da castração é a redução dos riscos de desenvolvimento de tumores mamários, cânceres e infecções uterinas.

Por outro lado, esse procedimento, como qualquer tipo de cirurgia, tem seus custos e cuidados exigidos antes e depois da operação, não sendo uma opção barata. Apesar disso, existem lugares que oferecem o procedimento a baixos custos, como as faculdades de Medicina Veterinária.

Como o ganho de peso é comum em animais castrados, outros cuidados que se deve ter após o procedimento envolvem atividade física regular e alimentação equilibrada. Para isso, são exigidas, respectivamente, caminhadas constantes e o consumo de uma ração específica para cães castrados.

Anticoncepcional para cadelas

Esse método consiste na aplicação de hormônios à base de progesterona nas cadelas, impedindo, assim, que elas entrem no cio. O anticoncepcional pode ser administrado tanto por via oral quanto injetável, sendo um medicamento de baixo custo e que não exige receita médica para ser adquirido.

O efeito geral é que a fêmea não vai poder reproduzir. Além disso, esse método exige um uso contínuo, já que o efeito contraceptivo é temporário. E aí que começa o problema, já que o anticoncepcional pode apresentar riscos de falhas e até uma gravidez indesejada, caso não seja administrado corretamente.

No entanto, mesmo quando o seu uso é feito de forma correta, o medicamento ainda pode trazer riscos à vida do animal, com o desenvolvimento de tumores da mama, além de infecções no aparelho reprodutivo. Esse é um dos pontos mais preocupantes no que diz respeito ao seu uso.

Além dos tumores e alterações no aparelho reprodutivo, o uso de medicamentos que visam inibir o cio de cadelas pode gerar diabetes, hiperadrenocorticismo ou síndrome de Cushing — aumento do hormônio cortisol — e morte fetal.

Sabe-se também que 9 entre 10 cadelas que usam a chamada vacina anticio vão desenvolver piometra, uma infecção bacteriana no endométrio causada pelo estímulo hormonal prolongado. Tal doença pode levar o animal à morte.

Por conta disso, a maioria dos veterinários acaba sugerindo a castração, que, apesar de também envolver riscos — exatamente por ser um procedimento cirúrgico —, é um processo definitivo, de rápida recuperação e que pode evitar problemas futuros, como o câncer.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.