Concursos abertos somam mais de 21 mil vagas com salários de até R$ 24 mil no país

Concursos abertos somam mais de 21 mil vagas com salários de até R$ 24 mil no país

Vagas são para nível médio e superior

Ótima oportunidade para você que é concurseiro. Estão abertas pelo menos 21.754 vagas em 122 certames públicos com edital publicado em todo o país. Os concursos abertos incluem oportunidades tanto para nível médio quanto para nível superior. Quem almeja a carreiras policiais, por exemplo, pode participar de certames como Polícia Militar do Espírito Santo, Polícia Militar de Alagoas e Polícia Militar de Minas Gerais.

O concurso do Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) é um dos que oferecem a maior remuneração. O salário pode chegar a R$ 24,8 mil para promotores de justiça substitutos. O edital reserva duas vagas para negros e uma para pessoas com deficiência. No total, são 10 oportunidades. Se você se interessou pela vaga, o pré-requisito é ter curso superior em direito e experiência mínima de três anos em atividade jurídica.

A primeira etapa é constituída por prova preambular contendo 100 questões de múltipla escolha, na cidade de João Pessoa, no dia 2 de setembro. O conteúdo programático inclui língua portuguesa; Lei de Organização Judiciária do Estado (LOJE); Lei Orgânica do Ministério Público; medicina legal; e conhecimentos em direito constitucional; penal; processual penal; civil; processual civil; difusos, coletivos e individuais homogêneos; administrativo; empresarial; tributário; e eleitoral.

Crédito: divulgação

As outras fases incluem avaliação discursiva, em 24 e 25 de novembro; oral e de tribuna, além de análise de títulos, investigação social e curso de formação, em datas ainda a serem definidas pela banca organizadora.

Vantagens do funcionalismo público

Os concursos públicos são extremamente disputados em todo o país. Os concurseiros passam meses e até anos estudando, seja para uma prova específica ou para mais de um dos concursos abertos. Grande parte dessa mobilização se justifica pelas vantagens que se obtém ao se tornar um funcionário público, como altos salários e estabilidade no emprego. Muitas pessoas também são seduzidas por um sentimento de dever de servir a sociedade, principalmente em cargos destinados a formados em direito.

Quem é concursado tem uma certa estabilidade e raramente é demitido. Isso só acontece quando o indivíduo é acusado e sentenciado como culpado em sindicância ou processo administrativo. Caso contrário, goza de uma certa estabilidade financeira. Dependendo do cargo, também há diversos benefícios, como auxílio-creche, plano de saúde e odontológico, adicional por tempo de serviço, entre outros. Outra vantagem é que não há exigência de experiência anterior e há presença de vagas específicas para pessoas com deficiência, o que nem sempre acontece em instituições privadas, mesmo com a lei de cotas.
Grande abraço!
Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.