Ciscando Aberrações

Ciscando Aberrações

Por Antônio de Oliveira

Exemplos podem constituir-se em amostras representativas. Na verdade, não se devem desprezar os fragmentos de dois versos do poeta Virgílio, na Eneida (II, 65): “Et crimine ab uno disce omnes”. Por um crime aprendei a conhecê-los todos. Enéias refere-se aos gregos e aos seus ardis traiçoeiros. Geralmente citam-se apenas as palavras: “Ab uno disce omnes”. Por um, ou de um, aprenda todos. Se numa passagem de nível sem sinalização ocorreu um único acidente, isso já é motivo bastante para as devidas providências, o que não quer dizer que se deva esperar acontecer para colocar placas de sinalização. Normalmente os primeiros assaltos levam as vítimas a tomarem mais cuidado. A dissecação de um caso, por meio de seu estudo aprofundado, pode eventualmente proporcionar o conhecimento de determinado fenômeno físico, social, político-econômico.

eneias-abandona-troia-em-chamas-federico-barocci

Consta que a ex-presidente requereu o ironicamente apelidado de bolsa-combustível, privilégio dos ex-presidentes, uma modesta cota de 3000 reais por mês. Valor este, apenas para combustível, muito, muito superior ao estipulado para o bolsa-família. Assim caminha o nosso Brasil, onde os políticos e autoridades ganham imensamente mais que nós, seja de proventos seja de mordomias. E de roldão consciente embarcam todos eles, independentemente de sigla partidária, ideologia, nível federal, estadual, municipal. Mordomias não têm coloração partidária e as ideologias caem por terra nessas ocasiões. Dessa forma, não somos iguais perante a Lei.

Num encontro sobre segurança pública realizado em Goiânia, em novembro de 2016, Carmen Lúcia, presidente do STF, comparou: “Um preso no Brasil custa 2400 reais por mês e um estudante custa 2200 reais por ano”. Em seguida, ponderou: “Alguma coisa está errada na nossa pátria amada”. Ninguém se empenha em corrigir distorções dessa natureza. Redirecione-se a frase de Shakespeare, em Hamlet, há algo de podre “em teu seio”, ó pátria amada!…

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Imagem: wikipedia

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.