Norah Jones é Jazz de primeira

Norah Jones é Jazz de primeira

Sim, ela é linda e ainda canta!
Não, quero dizer, ela canta muito!
E ainda é linda (rs)!

Norah-Jones-studio

Filha do indiano Ravi Shankar (músico citarista) com a americana Sue Jones, Norah nasceu em Nova Iorque no dia 30 de março de 1979.
Seu nome original era “Geetali Norah Jones Shankar” (pesado, hein?!), porém aos dezesseis anos mudou oficialmente (ainda bem!).

Norah-Jones-2002

Estudou no Booker T. Washington High School for the Performing and Visual Arts e na University of North Texas, onde formou-se em Piano Jazz (acho que é assim que se fala, rsrs).
De um carisma e uma presença de palco impressionantes, Norah passou meteoricamente de garçonete do museu nova-iorquino Metropolitan à celebridade (musa!) da música mundial.

Norah-Jones-2009

Com um timbre de voz inconfundível e talento natural para o Jazz, é hoje consagrada e reconhecida em todos os nichos musicais do planeta!
Curta o delicioso som desta princesa!

Lançada pela Gravadora EMI (a mesma dos Beatles…putz!), um Grammy para ela é fichinha: obteve oito premiações em 2003 (são doze no total até hoje) incluindo o de “Best New Artist” (o equivalente aqui no Brasil a Artista Revelação).

Norah-Jones-bridge

Seu estilo se confunde entre Billie Holiday e Nina Simone, consagradas jazzistas.

Norah-Jones-car

A Rede Globo não ficou de fora, incluindo em cinco de suas novelas, belas músicas de Norah (confira abaixo).

  • “Come Away with Me” (O Beijo do Vampiro)
  • “Don’t Know Why” (Mulheres Apaixonadas)
  • “Those Sweet Words” (Senhora do Destino)
  • “What Am I To You?” (Começar de Novo)
  • “Until the End” (Sete Pecados)

Norah-Jones-palco-2001

Discografia

Álbuns de estúdio
Come Away with Me (2002)
Feels like Home (2004)
Not Too Late (2007)
The Fall (2009)

EP
First Sessions (2001)
[editar]Clipes
Don’t Know Why (2002)
Come Away With Me (2002)
What Am I To You (2004)
Those Sweet Words (2004)
Sunrise (2004)
Until The End (2006)
Sinkin’ Soon (2006)
Thinking About You (2006)
Chasing Pirates (2009)

DVDs
Norah Jones & The Handsome Band: Live In 2004
Live In New Orleans
Come Away With Me (Deluxe Edition) CD+DVD
Feels Like Home (deluxe Edition) CD+DVD
Not Too Late (deluxe Edition) CD+DVD

Norah-Jones-red-rock

Abaixo, mais algumas belas fotografias da musa!
Norah-Jones-red-rock-palco

Norah-Jones-red-rock-sapato

Norah-Jones-stampa

Norah-Jones-capa

Fontes:
norahjones.com (site oficial)
graphicshunt.com
wikipedia.org
youtube.com
billboard.com

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

11 comentários em “Norah Jones é Jazz de primeira

  • 05/05/2010 em 11:22
    Permalink

    Linda sim, primeira dama do jazz, absurdo!

    Concordo que ela utiliza elementos do jazz em parte de seu trabalho, mas não dá para classificá-lo como jazz. O que ela faz é sofisticado, belo e de bom gosto, mas é POP!

    Quer ouvir uma boa candidata a primeira dama do jazz, ouça Dianne Reeves.

    Compará-la com Nina Simone e Billie Holiday é um disparate! Nenhuma das 3 tem nada a ver uma com a outra.

    Desculpe, não quero parecer chato, não leve a mal meu comentário. Parabenizo pela escolha do tema e pelo gosto.

    Abç!
    .-= Rodrigo´s last blog ..[ultimapostagem] =-.

  • 05/05/2010 em 21:14
    Permalink

    Uma cantora de primeira, que se reinventou no último disco sem perder o ritmo. Gosto muito da música dela desde a primeira vez que ouvi.
    .-= Dmitry´s last blog ..[ultimapostagem] =-.

  • 05/05/2010 em 22:11
    Permalink

    Hummm… Ravi Shankar foi ligado aos Beatles.
    Talvez seja daí a ligação de Norah Jones a EMI…

  • 05/05/2010 em 23:30
    Permalink

    Olá Rodrigo!
    Obrigado pela visita e comentário.
    Em visita ao seu blog, percebi que você entende muito de música.
    Parabéns! É um excelente espaço, não só, musical.
    Porém, como toda unanimidade é burra, reservo me ao direito de classificá-la (Norah) e compará-la da forma que minha intuição direcionar.
    Meu comentário não foi um comentário técnico ou intelectual, pois não sou musicista profissional, como você.
    Criei e crio meus artigos, de forma emocional, baseado em fontes reais que são indicadas ao final de cada post.
    Gosto muito do estilo e jeito dela cantar, então para mim, ela é primeira dama, do que “eu” chamo de Jazz.
    Pois o Jazz, para mim, não tem definição exata.
    Hermeto Pascoal é Jazz?
    Quanto à comparação, acho que elas tem algo a ver sim, na minha opinião, a qual gostaria que fosse respeitada, como respeito a sua.
    No mais, obrigado pela dica da Dianne. Vou conferir!
    Volte sempre que desejar, pois é um prazer ter um profissional por aqui!
    Forte abraço!

  • 06/05/2010 em 10:58
    Permalink

    Agradeço a deferência e peço desculpas se fui incoveniente. Agora entendi que a orientação do artigo é emocional e intuitiva.

    Fico feliz de participar desse espaço democrático onde opiniões divergentes também são consideradas. Agradeço o convite e o aceito com satisfação.

    Coloco-me à disposição caso queira trocar algumas ideias e concluo dizendo que no mais importante concordamos plenamente: Norah Jones é ótima!

    Abração!
    .-= Rodrigo´s last blog ..[ultimapostagem] =-.

  • 06/05/2010 em 21:31
    Permalink

    Será um prazer trocar idéias, com pessoa de calibre musical como o seu.
    Fico muito feliz e agradecido por seu sincero comentário.
    Será sempre bem-vindo ao Duniverso!
    Forte abraço!

  • 13/05/2010 em 05:58
    Permalink

    Realmente talento ela tem, gostei mesmo do seu estilo musical.
    Abraços forte
    .-= Principe Encantado´s last blog ..[ultimapostagem] =-.

  • 20/07/2010 em 12:13
    Permalink

    concordo com o rodrigo, são “3 pérolas do jazz”
    tomé ferreira, parabéns, belo post!!!

  • 24/07/2011 em 18:06
    Permalink

    Caro TOMÉ FERREIRA,

    Concordo com vc. Não é uma questão técnica de saber se Norah Jones é rainha, princesa ou o que quer que seja no Jazz. Ela é lindérrima, canta bem e tem uma presença de palco luminosa. Por isso, parabenizo você pela manifestação da sua paixão por esta menina e espero que muita gente a percebe, porque merece.

    abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.