Home office: o trabalho do futuro

Home office: o trabalho do futuro

As relações de trabalho vêm passando por grandes transformações no Brasil e no mundo. Muitas melhorias foram trazidas pela digitalização de inúmeros processos, e múltiplas atividades ganharam em dinamismo e produtividade.

Cada vez mais empregadores enxergam que jornadas de trabalho mais flexíveis são uma excelente maneira de atrair e reter os melhores talentos do mercado. Além disso, muitas pessoas também optam pelo trabalho autônomo, prestando serviços digitais ou remotos para diversos clientes e projetos. Assim, o home office vem se  tornando uma realidade cada vez mais comum para as mais diversas áreas de atuação.

Até mesmo órgãos públicos colhem bons frutos com a experiência de trabalho remoto para colaboradores de todos os graus.

Os prós e contras do Home Office

Como em todos os aspectos das relações laborais, o home office traz vantagens e desvantagens, a se considerar o perfil de cada trabalhador.

Enquanto as empresas ganham em produtividade e redução de custos físicos para a criação e manutenção dos postos de trabalho (energia, internet, etc), o colaborador ganha em tempo quando não precisa se deslocar até sua unidade de trabalho – ganho que pode chegar a mais de 4 horas diárias dependendo da região e do trânsito para o trajeto.

Em contrapartida, o trabalho realizado integralmente em casa pode levar o profissional ao isolamento social e à falta de interação com outras áreas e profissionais no dia a dia. Este aspecto pode ser contornado com reuniões presenciais esporádicas ou por meio de ferramentas de comunicação remota, como chats e videochamadas.

Imagem/Reprodução: Pixabay

Organizando um home office e a sua rotina de trabalho

O termo home office significa literalmente escritório em casa. Mesmo que o trabalho remoto possa ser feito em outros locais, como escritórios compartilhados, cafés, entre outros espaços que permitem o uso do local e da internet para fins comerciais, vale a pena organizar um espaço em casa voltado totalmente ao trabalho.

Veja algumas recomendações que ajudam o profissional a tirar o maior proveito de sua produtividade em regime de home office.

Local estratégico

Mesmo em casas ou apartamentos pequenos, o ideal é destinar um espaço isolado, tranquilo e totalmente voltado ao trabalho para a criação de um home office eficiente.

O local deve ser silencioso, bem arejado e longe de fontes de calor ou do trânsito entre os cômodos. Priorize uma área fácil de limpar, como por exemplo onde houver instalação de piso laminado, longe de carpetes, tapetes ou outros focos de concentração de poeira.

Priorize uma área com boa incidência de luz natural e com tomadas suficientes para instalação dos equipamentos e também para o acesso à internet, seja a cabo ou rede wi-fi.

Ergonomia é fundamental

Quando achar o local adequado, fique atento ao posicionamento da bancada ou mesa, altura do monitor, teclado, mouse e demais equipamentos de uso contínuo.

A cadeira merece atenção especial, pois ela é fundamental para a postura e ergonomia durante as horas de trabalho. Invista em modelos com estofamento macio, respaldo anatômico e com regulagem de altura não apenas no assento mas também nos braços.

Imagem/Reprodução: Pixabay

Conexão e equipamentos

Por mais compacto e simples que seja o home office, seus equipamentos e a conexão à internet devem ser eficazes, agilizando a comunicação, a troca de arquivos, e outras atividades online.

O computador, seja ele um notebook ou uma CPU, precisa estar com hardwares e softwares em perfeito estado e bom desempenho para trabalhar sem imprevistos que podem prejudicar a produtividade.

Organização é tudo

Um dos maiores desafios do trabalho em casa é manter a mesma organização corporativa de um escritório. Por isso, algumas prateleiras e pastas podem ajudar na organização do material fixo, documentos e impressos.

Para não se perder na execução das tarefas, vale a pena instalar um calendário físico e um memory board, que permitem uma macro visão das atividades e processos que devem ser executados.

É necessário deixar arquivos digitais e materiais físicos sempre ordenados, de modo que qualquer possível interrupção no trabalho não permita uma quebra de metodologia.

Grande abraço!
Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.