Como melhorar a qualidade de vida durante o período menstrual

Como melhorar a qualidade de vida durante o período menstrual

Alguns cuidados podem melhorar os incômodos da menstruação

Você já parou para pensar quanto tempo uma mulher passa menstruada ao longo de toda a sua vida? Em média, cinco dias por mês, com início aos 12 anos e término aos 50. São muitos dias menstruadas. Segundo o Dr. Dráuzio Varella, atualmente, as mulheres menstruam, entre 400 e 500 vezes no decorrer da vida, em média.

Ninguém merece sofrer com incômodos e dores durante todo esse tempo. Essa, infelizmente, é a realidade de muitas mulheres. Mas, não precisa ser assim, é possível viver o período menstrual com conforto e tranquilidade. Passar por essa fase se sentindo bem consigo mesma é o que as mulheres merecem.

Algumas delas sofrem com problemas de saúde, como nódulos, endometriose ou outras doenças relacionadas ao sistema reprodutor. Inúmeras mulheres sentem mensalmente, dores muitas vezes incapacitantes e acreditam ser normal. Não é nem um pouco normal e não deve ser naturalizado. Sentir cólicas, dores de cabeça, dores no corpo muito fortes ou sintomas de TPM que tenham uma intensidade muito grande podem indicar algum problema mais sério.

Em situações como as citadas acima, é fundamental que a mulher consulte um profissional o mais rápido possível. Apenas um médico ginecologista pode diagnosticar e prescrever o tratamento adequado para o caso de cada paciente. Então, não se descuide: fazer acompanhamento médico é essencial nesses casos.

Por outro lado, a maior parte das mulheres que sofrem com desconfortos no período menstrual não está doente. Elas estão sofrendo com os sintomas do período menstrual. Nesses casos, algumas mudanças podem ajudar a aliviar dores, cansaço, irritação e até mesmo outros sintomas desagradáveis típicos do período.

Adote alguns hábitos simples e comece a conviver com a sua menstruação de um modo menos incômodo e, futuramente, até mesmo bem tranquilo.

Cuide da sua alimentação

Diferentemente do que se pode pensar, fazer um estoque de chocolates, doces e outros alimentos gordurosos e os consumir com muita frequência não é a solução para lidar com a TPM. Ao contrário disso, o ideal é manter uma alimentação balanceada ao longo de todo o mês.

Comer legumes, verduras, frutas e outros alimentos in natura, além de fazer bem para o corpo, ajuda com a TPM. Então, evite consumir alimentos ultraprocessados e aposte em uma alimentação saudável durante todo o mês, sobretudo no período menstrual.

Além de comer “direito”, consumir alguns alimentos específicos pode ajudar. Coma à vontade alimentos ricos em ômega 3 para aliviar a cólica, cálcio, zinco e magnésio para a regulamentação hormonal, e vitamina do complexo B para os sintomas da TPM.

Pratique atividade física

Se exercitar é a chave para ter mais disposição o mês todo, mas em especial para uma pessoa com TPM, o exercício é ainda mais necessário. É indicado a prática diária de pelo menos 30 minutos de exercícios físicos.

A prática de atividade física libera o hormônio endorfina, que ajuda a reduzir a ansiedade, a aliviar a dor e, de quebra, melhora a imunidade.

Cuide de você mesma

Estando com TPM ou não, você merece ser muito bem cuidada. E esse cuidado começa por você. Se dê momentos só seus, fazendo alguma atividade que lhe agrade, comendo sua comida preferida e, se possível, evitando situações estressantes.

O período menstrual faz com que seu corpo entre em muitas ebulições. Hormônios, dores, sangue, inchaço… tudo isso mexe com seu estado emocional. Então, se preocupe com você e com seu corpo, dedicando-se carinho e atenção durante essa fase tão complexa.

Grande abraço!

Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.