O Outro Lado da Moeda

O Outro Lado da Moeda

Por Antônio de Oliveira

John F. Kennedy disse esta frase: “Não pergunte o que o seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer pelo seu país”.

Aproveito a deixa para fazer uma reflexão, reunindo itens para uma autoavaliação. Em início de ano sempre se pergunta: O que você espera, no caso, de 2015? Ninguém pergunta: O que 2015 espera de você? Sempre esperamos de tudo e de todos sem nos perguntarmos o que se espera de nós. Toda moeda tem duas faces, dois lados, mas o lado que fica para cima é quase sempre o que nos interessa, individual ou corporativamente. Primeiro eu, depois eu; um dia sim, outro dia também. Também se considerarmos, de um lado o TER e, do outro, o SER, o ter costuma ter primazia, quando não exclusividade.

Moeda-Real-brasil-anverso-e-verso

A face oculta da moeda se revela em atos esporádicos de solidariedade. Ainda bem, ou menos mal. E em sobrevoar, magnanimidade de governantes e autoridades, áreas atingidas por inundações. Tragédia contemplada do alto como se contempla de longe, na sua exuberância de presépio, uma favela. A arte explora o trágico. A mídia se esmera em dar notícia ruim. Os governos se aprimoram cada vez mais em maquiar a realidade com dados estatísticos manipulados a seu bel-prazer, os quais, por sua vez, manipulam eleitores. As propagandas oficiais pintam quadros emoldurados e envernizados. As propagandas comerciais, incluindo as de escolas, empurram seus produtos goela abaixo. Na propaganda o milagre está sempre à mão e o futuro está garantido.

consumismo-exacerbado-guerra-ao-capital

Heróis nacionais nos são revelados através do BBB e craques do futebol avalizam televisores, cuecas, refrigerantes, operadora de celular, automóveis, meias, baterias, bancos, energéticos, emplastros, desodorantes.

Na verdade, nossa visão de mundo conta muito. E muito do que aí está não funcionaria sem nossa anuência. Mas me engana que eu gosto. Por isso, no início do ano, é bom virar o long-play. Olhar o outro lado da moeda. Mudar o voto. E mudar de canal também.
[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.