Holocausto Brasileiro: a tragédia da razão em Barbacena

Holocausto Brasileiro: a tragédia da razão em Barbacena

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-8

Não tenho palavras para descrever os tipos de emoções que senti, ao deslizar pelas linhas do livro Holocausto Brasileiro!
Não tinha conhecimento das atrocidades cometidas em Barbacena, MG (ou será Bárbaras Cenas) até me deparar com esta obra-prima!
Chocado, estarrecido, triste por ser humano são apenas alguns dos devaneios que me chegam lendo este magnífico relato da brutalidade do sistema de saúde mental brasileiro para com seus pacientes.
Pacientes nada, prisioneiros!

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena

Uma das coisas que mais me tocou, foi os motivos os quais as pessoas iam parar ali. Na maioria das vezes injustiçadas por uma sociedade hipócrita que queria varrer toda a sujeira para longe dos olhos de todos, obrigando pessoas inocentes e desvalidas a viverem aprisionadas pelo resto de suas vidas em um inferno que Dante jamais sonhou que existiria em vida.

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-3

Infelizmente Holocausto é o nome perfeito para este genocídio que desde a fundação do Colônia até sua (praticamente) extinção, deixou um rastro de 60 mil mortos!
Cenas dantescas com requintes que remontam aos campos de concentração nazistas (sem exagero), compunham o espetáculo visto no Hospital Prisão durante décadas a fio.

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-4

Pequeno trecho do livro:
“Os pacientes da Colônia às vezes comiam ratos, bebiam água do esgoto ou urina, dormiam sobre capim, eram espancados e violados. Nas noites geladas da Serra da Mantiqueira, eram deixados ao relento, nus ou cobertos apenas por trapos. Pelo menos 30 bebês foram roubados de suas mães. As pacientes conseguiam proteger sua gravidez passando fezes sobre a barriga para não serem tocadas. Mas, logo depois do parto, os bebês eram tirados de seus braços e doados.”

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-5

E quase ninguém falava nada. A sociedade parecia querer esquecer que a Fundação Educacional de Assistência Psiquiátrica (FEAP) não existia.
Era melhor assim.
E quem ousava “gritar” era perseguido e muitas vezes cassado.

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-6

A forma como Daniela Arbex, autora, alinhavou os dados e narrou a “trama”, está simplesmente perfeita! Não sou nenhum crítico literário mas apostaria em cheio neste futuro Best Sellers!
Não consegui parar de ler nem por um segundo!
Parabéns, é muito pouco para este trabalho tão árduo e comprometido o qual a autora se portou.

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-7

Recomendo muito a leitura desse fatídico e fiel livro documentário, além de desejar muitas felicidades e muita luz para a obstinada e corajosa autora Daniela Arbex!
Grande abraço!

Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-9

[author] [author_image timthumb=’on’] https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2015/03/Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-2.jpg Holocausto-Brasileiro-Daniela-Arbex-barbacena-2[/author_image] [author_info]Ficha técnica: Autor : Daniela Arbex Idioma: português País: Brasil Assunto: direitos humanos, hospitais psiquiátricos Gênero: livro-reportagem Arte de capa: Alan Maia Editora: Geração Editorial Editor: Paulo Schmidt Lançamento: 6 de julho de 2013 Páginas: 255 ISBN: 978-85-8130-157-0[/author_info] [/author]

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.