Felicidade à Venda

Felicidade à Venda

Por Antônio de Oliveira

Publicitários em geral, marqueteiros incluídos, usam frequentemente palavras de conotação chamativa. Mais do que frequentemente, e até à exaustão. Palavras como felicidade, e felicidade para sempre, saúde, sucesso profissional, empregabilidade, status, luxo, glamour, beleza, autoestima, bem-estar, ar puro, dinheiro fácil, excelente localização do imóvel, boa forma, emagrecimento, big brother. Modernos shoppings se tornaram templos de consumo, mais seguros, atraentes e aprazíveis. E tudo à mão: estacionamento, diversão, alimentação, comércio sofisticado. Agências prestadoras de serviços se esmeram na apresentação e, se de turismo, apresentam paraísos a visitar, praias deliciosas, magníficos hotéis. Sem dúvida, há sempre lugares maravilhosos a visitar, passeios bucólicos a fazer. Mas a propaganda não deveria vender gato por lebre.

Objetivo das propagandas comerciais: Vender na loja, online, à vista ou a crédito em prestações a perder de vista. Não importa que o desassossego venha com o tempo. Vender produtos atuais e atualizados, como bons, excelentes, última palavra. O que está na moda. Afinal, o que é antigo, tradicional, já não vale ou não presta, pois está ultrapassado. Vale apenas para colecionador, peça de museu.

felicidade-a-venda-antonio-de-oliveira

Objetivo das propagandas políticas, frequentemente ou quase sempre à nossa custa: louvamento aos atuais governos federal, estadual e municipal, mostrando seus feitos heroicos, apesar das heranças malditas. Verdade ou não, o governo anterior, se de outro partido, fez tudo errado, fraudou, deixou de fazer e ainda deixou dívida.

Em ambos os casos, a publicidade costuma contratar, às vezes a peso de ouro, pessoas famosas, principalmente no auge da carreira. Toda pessoa famosa é apresentada como modelo de gente realizada, gente feliz. Quando não um exemplo de superação. Assim, se ele, ela, está feliz com o produto, essa felicidade também eu hei de alcançar. Afinal, quem não quer ser feliz?

[author] [author_image timthumb=’on’]https://www.duniverso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/foto-antonio-oliveira.jpg[/author_image] [author_info]O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com[/author_info] [/author]

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.