Cinco festas musicais que valorizam o bom e velho som do vinil

Cinco festas musicais que valorizam o bom e velho som do vinil

Enquanto em diversas baladas convencionais reina a enérgica e dançante música eletrônica, digital, tocada por computadores dos mais modernos, ainda existe quem preze pelas raízes do bom e velho som encorpado e marcante dos discos na hora de animar a pista.
Aliás, muitos artistas renomados voltaram a lançar seus novos álbuns no formato vinil, e as vitrolas foram repaginadas e se tornaram um item que une o estilo retrô e as funcionalidades modernas de qualquer player (conheça alguns dos mais novos modelos do mercado aqui).

pickups-festa-som-do-disco-de-vinil

Confira cinco dicas de festas realizadas com muita dedicação e autenticidade, onde os bons e velhos discos de vinil giram enquanto o público se deleita com boa música.

DeSkaReggae (Belo Horizonte)
Desde agosto de 2002, o projeto DeSkaReggae, iniciado no antigo Sambatório Geral, conta com apresentações de bandas de reggae e discotecagem em vinil de música jamaicana. Hoje, os seletores residentes da festa, Leo Vidigal, Rafael Rosa (Ruffah), Pedro Varella e Yuga, continuam tocando a festa e ajudando a divulgar a música e a cultura da Jamaica na capital mineira.

DeSkaReggae-festa-disco-vinil-BH

RoodBoss Soundsystem (Belo Horizonte)
Os sound systems são sistemas de áudio instalados em locais públicos, promovendo a música ao alcance de todos. E é exatamente isso que o RoodBoss faz de melhor: desde 2008, a festa já ofereceu música gratuita e de qualidade a mais de 10.000 pessoas pelas praças de Belo Horizonte, trazendo seleções incríveis em vinil com todo o peso do early reggae, rocksteady e ska. Os eventos já contaram com convidados muito especiais, como King Stitt, o pioneiro DJ jamaicano, e o seletor Dexter Campbell, que possui a maior coleção de discos do gênero no mundo.

RooodBoss-Soundsystem-festa-disco-vinil-BH

Festa Mulheril (São Paulo)
A festa concebida em 2014 foi batizada pela singela combinação das palavras mulher + vinil. Idealizada pela DJ Dani Pimenta e por sua parceira de produções e também DJ Dé Schuw, a festa que é organizada e realizada exclusivamente por mulheres traz periodicamente às pistas da capital paulista uma variedade de ritmos de todas as partes do mundo, principalmente brasileiros, afros, música jamaicana e brasilidades, conduzidos por colecionadoras de vários estilos.

mulheril-festa-disco-vinil-sao-paulo

Ferro na Boneca (São Paulo)
Desde 2013, Dé Schuw e Ju a.k.a Mineira tocam seus discos juntas. Pouco depois de iniciado o projeto Ferro na Boneca, com uma excelente discotecagem que abarca soul, reggae, funk, afrobeat, música popular brasileira, rap, samba e cumbia, Laylah juntou-se ao time, não só incorporando sua seleção de discos como também cantando.

ferro-na-boneca-festa-disco-vinil-sao-paulo

Old is Cool (São Paulo)
O rocksteady, ritmo que estourou na década de 1960 na Jamaica é a paixão de Allan & Beera (Gimenes Sounds), seletores residentes da festa Old is Cool que recebem sempre grandes convidados em seus bailes. Além do rocksteady, na vitrola rodam muitos discos raros de early reaggae e ska, que tornaram a festa aclamada pelo público paulistano.

Old-is-Cool-festa-disco-vinil-sao-paulo

Grande abraço!
Press Office

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.