Dicas sobre sexo: como ter uma boa transa

Dicas sobre sexo: como ter uma boa transa

Quando o assunto é sexo, todos nós nos interessamos.

O texto abaixo é um resumo do que pode ou não dar certo em uma relação sexual.

Achamos o texto bem interessante, e resolvemos publicar. Haja visto que muitas pessoas tem certa dificuldade de falar sobre o tema, que ainda é um tabu em boa parte do planeta.

Para as Mulheres:

  • Nunca, em hipótese nenhuma, use calcinha furada.
  • No dia em que você sair com aquela calcinha mais fuleira, pode ter certeza que vai ser o dia que você vai tirar o pé-da-lama!
  • Não faça performances que você não sabe. Tentar coisas novas é bom, mas transar em cima do lustre não fica legal.
  • Depile-se. Se vira… Ande com gilete na bolsa… Fique a melhor amiga da depiladora… e mantenha as partes em ordem.
  • Não fale : ‘- Tira a mão daí!!’ Se você está na chuva, se molhe.
  • Homem não gosta de transar de luz apagada.
  • O cara quer virar e dormir? Qual o problema? Vire e durma primeiro que você vai ver só a repercussão que isso causa na mente alheia.
  • Cuidado. Gemer é uma coisa. Mugir, latir é outra.

Para os Homens:

  • Se já inventaram o gel lubrificante, use-o. Nada de tentar outro tipo de sexo com sua namorada à seco ou com os derivados do leite… Como por exemplo: requeijão, yogurt, sorvete, Leite de Aveia Davene, ou qualquer outra coisa. Tem KY pra vender na farmácia do lado da tua casa.
  • Porque os homens sempre coçam o saco? Parem de coçar e lavem ele. Saco fedido é o ‘ó’.
  • Não transe de relógio. Não é nada legal tomar uma relojada na cabeça.
  • Os psicólogos sempre dizem que nós somos aquilo que nós acreditamos ser. Se você tem um pinto pequeno. Você pode achar que ele é grande… Se você acredita nisso, problema é seu. Não tente me convencer disso, porque é inútil.
  • Uma palmadinha é sempre bom. Porém, tenha noção das paradas. Um tapinha é diferente de uma pancadaria.
  • Nunca pergunte o tempo todo, tá gostoso? Pois e se tiver ruim e se ela falar?
  • Acúmulo de ar na perereca é normal. Sem critério é dizer: ‘Amor, sua pepeca está peidando!’.
  • Tome cuidado com o que vai falar e a hora que isso é dito. Um clima de amor, remember …. Eu te amo pra lá… Eu te amo pra cá… E de repente, do nada: ‘Chupa meu pau!’ Isso não é legal.
  • Peidou? Ria… Porque vai feder de qualquer jeito!

E você, já teve alguma experiência interessante, diferente ou inusitada que queira compartilhar?

Grande abraço!

Fonte: mais.uol.com.br – A autoria do texto foi atribuída à Glorinha Kalil (não conseguimos confirmar).

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.