Pílula digital é aprovada nos EUA

Pílula digital é aprovada nos EUA

Pílulas digitais começam a construir caminho para o bilionário mercado mundial de remédios.
Aprovada pela Food and Drug Administration EUA (FDA) a pílula com um microchip comestível embutido, promete revolucionar os tratamentos para a maioria das doenças.
O sensor do tamanho de um grão de areia é constituído por um chip de silício contendo quantidades calculadas de magnésio e cobre. Quando ingerido, gera uma ligeira tensão em resposta aos sucos gástricos digestivos que transmite um sinal para um adesivo implantado na superfície da pele do paciente. Em seguida o adesivo retransmite a informação para um aparelho digital que pode ser um telefone móvel, um smartphone, um tablet ou similar.

Dentre as inúmeras vantagens apontadas segundo os defensores do dispositivo, estão: fornecer alternativas para consultas médicas e informações sobre batimentos cardíacos, exames de sangue, ressonância magnética, tomografia computadorizada além de contar aos médicos se o paciente está tomando a medicação conforme prescrito, pois revela ao médico se o problema está no medicamento ou no doente.

Cerca de metade de todas as pessoas não tomam medicamentos como eles deveriam“, diz Eric Topol, diretor do Scripps Translational Science Institute em La Jolla, Califórnia. “Esse dispositivo pode ser uma solução para esse problema, de modo que os médicos possam saber o grau de adesão do paciente à medicação“, prossegue.
Apesar de não ser afiliado à Proteus Digital Health (Redwood City, Califórnia) empresa que fabrica o dispositivo, Topol abraça o apelo futurista do sensor, completando: “É como irmão mais velho vendo você tomar o medicamento.”

Estes sensores são os primeiros dispositivos eletrônicos ingeríveis de que se tem conhecimento no mundo.
Para alguns as pílulas com microchip significam o início de uma nova era na medicina digital.
E você o que acha? Deixe seu parecer!
Grande abraço!

Fonte e Fabricante:
proteusdigitalhealth.com
Imagens:
sxc.hu

Author: Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *