Interatividade

Interatividade

Por Antônio de Oliveira
Existem, ou melhor, coexistem vários mundos, ora em harmonia ora em permanente conflito, fora e dentro de nós. Assim, o mundo das neuroses, angústias, inibições, fobias, ansiedades, depressão. Hoje há um admirável mundo novo, virtual, mais do que de seres virtuosos. Como que vagando solto no espaço, entrelaçado pelas redes sociais, se bem que nem sempre abraçado fraternalmente. Um mundo enrodilhado no emaranhado da televisão, do Kindle Fire, do iPad, do iPhone, do Facebook, dos reality shows, das novelas, das revistas, dos mercados online, dos e-mails, dos efeitos especiais.

maos-dadas-interatividade-fim-da-amizade

A interatividade hoje não tem limites. Com isso os conceitos mudaram. Família, vizinhança, escola, tornaram-se abstrações, e as abstrações se fazem realidade a cada dia deixando-nos boquiabertos e, no ar, a pergunta: O que mais se vai inventar? Um mundo em que o espectador vai para o palco e o ator, para a plateia. “Cartas à redação” se tornam instrumentos de transformação, expressando ora assentimento, ora aplauso, ora repúdio, criticando ora destrutiva ora construtivamente. Cartas à redação têm atualmente de tuiutar. Tudo dependendo de manejar aparelhos minúsculos ou de fazê-los autoprogramados. Um mundo de transformações ultrarrápidas. Oculto, fervente, em ebulição. Só a paz é que engatinha. Irmão desconhece irmão, vizinho não cumprimenta vizinho.

 

Abracadabra sempre foi considerado uma palavra mágica, cabalística, emblemática. Mas, hoje em dia, perdeu espaço para Acesse www. Quem poderia imaginar? Referência agora é o que deu na televisão ou está sendo objeto de comentários nas redes sociais. E os filhos das trevas continuam cada vez afogueados, mais espertos que os filhos da luz, muitas vezes filhos de uma luz mortiça, de pouco brilho, ou sem nenhum fulgor. Lei do vale-tudo e do tirar vantagem domina a política, o mercado de preços altos e ganhos extorsivos. O capital valendo mais que a natureza e a mão de obra… Haja coração!

O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com

Author: Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Vida inteligente na WEB.

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *