Quais são os efeitos da cafeína no seu organismo?
dez24

Quais são os efeitos da cafeína no seu organismo?

 Quais são os efeitos da cafeína no seu organismo? Uma das substâncias mais consumidas do mundo pode colaborar ou atrapalhar a prática esportiva Conhecida pela imensa maioria das pessoas pela sua presença no café, a cafeína é considerada por algumas entidades internacionais como uma espécie de droga. Seus efeitos psicoativos, de forma geral, aumentam o estado de alerta, reduzem a percepção de fadiga e intensificam o gasto calórico pelo seu efeito termogênico, o que faz com que as tarefas sejam melhor executadas. Não à toa, o café é um dos elementos obrigatórios de qualquer escritório. Segundo o nutricionista Diogo Círico, da Growth Supplements, a cafeína ainda é capaz de gerar outros tipos de reações no organismo. “Ela possui efeitos inotrópicos (capacidade de contração da musculatura cardíaca), taquicardizantes (aumento da frequência cardíaca), broncodilatadores (dilatação das paredes musculares dos brônquios, resultando em maior fluxo de ar) e estimulantes da secreção gástrica (efeito mediado pela gastrina). Em doses maiores, produz excitação, ansiedade e insônia”, explica. Apesar disso, a cafeína – novamente por causa do café – é uma das substâncias estimulantes mais consumidas no mundo, principalmente por ser facilmente ingerida por via oral. Segundo dados da Organização Internacional do Café, o consumo global de café ultrapassa 150 milhões de sacas de 60 quilos por ano. Os números revelam ainda que este número cresce cerca de 2,5% ao ano. O Brasil é o segundo maior consumidor da bebida no planeta, atrás apenas dos Estados Unidos, que consomem anualmente 24 milhões de sacas. No ano passado, os brasileiros demandaram 20,5 milhões de sacas, uma ligeira alta em relação ao ano anterior, que computou 20,3 milhões de sacas. De acordo com Círico, a concentração máxima da cafeína no organismo é atingida no corpo meia hora após o consumo e dura cerca de três horas, podendo chegar até a seis em alguns casos. Por todos seus efeitos, é uma das substâncias da lista de doping pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que coordena quase todos os esportes praticados a nível mundial. “Na prática esportiva, a cafeína vem sendo utilizada por seus efeitos ergogênicos, ou seja, pela melhora do desempenho atlético”, conta o nutricionista da Growth. Os atletas, quando consomem cafeína para competir, podem adquirir vantagens oriundas de diversas transformações no corpo, como o aumento na utilização de gorduras como fonte de energia, a economia do glicogênio muscular, a facilitação da transmissão no sistema nervoso central, o que resulta em melhora da função contrátil dos músculos, o aumento da força de contração muscular e a redução dos níveis de percepção subjetiva de esforço. “Este efeito é baseado no aumento da produção de catecolaminas plasmáticas provocado após a sua ingestão,...

Read More
Dicas para ter uma noite de sono tranquila
dez20

Dicas para ter uma noite de sono tranquila

 Dicas para ter uma noite de sono tranquila Imagem: reprodução pixabay.com Dormir bem é uma das etapas mais importantes para garantir o melhor desempenho do corpo ao longo do dia. É durante o sono que o corpo recupera as energias, o que é fundamental para melhorar o humor e a qualidade de vida como um todo. Pessoas que não costumam ter uma noite de sono saudável podem desencadear o cansaço crônico, enfraquecimento do sistema imunológico, perda de memória, dificuldades para raciocinar, falta de concentração, obesidade entre outros. Dormir bem é aproveitar ao máximo o sono profundo, que também pode ser questão de hábito, veja abaixo algumas dicas para ajudar a ter uma noite de sono mais tranquila. Defina um horário para dormir – Pode ser uma etapa difícil incluir na rotina um horário para dormir, mas é importante fazer um esforço para criar esse hábito na sua rotina. Uma dica é ir para a cama mais cedo e tentar desenvolver como se fosse um ritual para que o corpo se acostume e desenvolver naturalmente esse novo hábito. Isso também vale para os finais de semana. Prepare o local – O ritual citado acima está relacionado a preparação do local na  hora de dormir. Tome um banho quente, regule a temperatura do quarto, desligue o celular, a TV e o notebook e evite qualquer luz muito forte, pois isso dificulta o relaxamento do cérebro. Algumas pessoas colocam uma música suave, apostam na leitura de um livro, o importante é deixar a mente e o corpo relaxar. Evite bebidas estimulantes – A cafeína presente no café, chá preto, chá verde entre outras bebidas são estimulantes que demoram cerca de 6h para serem eliminadas do corpo. Evite bebe-las 6h antes de ir para a cama. O álcool quando consumido em excesso evita que o corpo entre no estágio de sono profundo, portanto evite bebidas alcoólicas antes de dormir. Alimente-se corretamente – As refeições noturnas também podem prejudicar o sono. Evite alimentos pesados que dificultam a digestão como quantidade excessiva de carne vermelha e frituras. O ideal é consumir alimentos leves como legumes e verduras, carne magra, ovos, peixe e etc. Atividades físicas na hora certa – As atividades físicas ajudam no funcionamento do organismo como um todo, além de ajudar a mente. Porém, pode funcionar para algumas pessoas como estimulante e atrapalhar o sono se for realizada algumas horas antes de dormir. O ideal e mais eficiente é praticar exercícios no período da manhã. Atenção aos problemas de saúde – Muitas pessoas sofrem com alguns distúrbios que atrapalham o sono durante a noite. A apneia do sono, por exemplo, é quando o...

Read More
Dicas para aliviar as dores nos pés
dez03

Dicas para aliviar as dores nos pés

 Dicas para aliviar as dores nos pés As dores nos pés são um mal mais comum do que imaginamos. Por ser a parte do corpo que sustenta o peso e permite a movimentação rotineira para todas as tarefas, o pé sofre uma sobrecarga diária com a sua importante função. Alguns problemas de saúde, como torções, fraturas, esporão no pé, inflamações, entre outros, também podem desencadear o incômodo. Porém, existem diversas formas de aliviar o cansaço e as dores nos pés. Confira algumas dicas! Pés mais saudáveis Dados da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (Abtpé) mostram que em torno de 70% da população de todo o planeta sofre ou sofrerá em algum momento da vida com dores nos pés, desencadeadas por motivos diversos. Figuram entre as principais causas a tendinite, as joanetes, a fascite plantar provocada pelo esporão, os traumas e fraturas, e neuromas, entre outros. Descobrir a causa exata das dores na região dos pés é essencial para um tratamento adequado e para garantir o alívio permanente. A avaliação médica é indispensável nesse caso, e deve ser feita por meio do exame clínico, da investigação do histórico de saúde do paciente e por exames de imagem, como ultrassonografia e raio-x. Imagem: reprodução pixabay.com Entre as principais formas de tratamento estão a fisioterapia, o uso de medicamentos e, em casos mais complexos, a cirurgia. Para alívio das dores nos pés alguns cuidados podem auxiliar: Utilizar palmilhas reduz o impacto e a sobrecarga nos pés Alterar o tipo de calçado, preferindo sapatos acolchoados internamente Ao chegar em casa após um dia de trabalho, colocar as pernas para cima melhora a circulação e ajuda a desinchar os membros inferiores Aplicar gelo ou calor no local dolorido Ao dormir, posicionar as pernas sobre um travesseiro ou almofada Mergulhar os pés em uma bacia de água morna com óleos essenciais relaxantes, como alecrim, eucalipto e hortelã Massagear os pés com cremes relaxantes – como os de arnica, por exemplo Sentar em uma cadeira e rolar uma bolinha – de tênis ou ping pong – com a sola dos pés. Grande abraço! Press Office...

Read More
Suplementos são indicados para pessoas acometidas por diabetes
nov13

Suplementos são indicados para pessoas acometidas por diabetes

 Suplementos são indicados para pessoas acometidas por diabetes Muitos atletas amadores e profissionais já ouviram falar  e fazem uso do suplemento alimentar  whey protein, porém, poucos sabem sobre as descobertas feitas por pesquisadores. Conhecida entre esportistas e pessoas que querem manter o corpo em forma, a whey protein é um suplemento alimentar composto de proteínas de soro de leite. Novas pesquisas atestam e recomendam o uso para diabéticos, o estudo foi realizado por Cientistas da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, que  descobriram a whey protein pode ajudar a diminuir a quantidade de açúcar no sangue. Além da ação benéfica em relação à proteção contra úlceras, melhora do sistema imune e diminuição da pressão sangüínea, aumentando a musculatura. Porém as vantagens quanto ao controle da glicemia são ainda pouco estudadas. Cientistas australianos divulgaram, que o uso do suplemento aumenta a liberação de insulina pelo pâncreas e que, portanto, ele poderia ser utilizado no tratamento do diabetes. A segunda grande descoberta é sobre o mecanismo através do qual a whey protein ajuda a combater a hiperglicemia, e a ativação de um receptor alternativo de glicose pelas células musculares. Isto admite que os músculos do nosso corpo consigam segurar açúcar da corrente sangüínea com maior facilidade, independentemente da insulina, o que também ajuda a abaixar a quantidade de açúcar na corrente sangüínea. É importante salientar o acompanhamento de um profissional antes de fazer o uso da whey protein, como médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Principalmente se a pessoa for acometida pela diabetes, existem no mercado uma gama de fábrica de suplementos específicos tais como: GLUTAMINA – O uso de glutamina por diabéticos insulinodependentes pode ser prejudicial, uma vez que o Diabetes tipo 1 é causado pela ação autoimune do sistema imunológico do indivíduo,  e o efeito da glutamina relacionado com esse sistema pode ampliar os danos causados às células pancreáticas. No entanto, no diabetes tipo 2, em que se manifestam as maiores infecções relacionadas ao diabetes, a glutamina é considerada um importante suplemento. LEUCINA – a leucina é considerada um estimulador da secreção de insulina, aumentando sua liberação de duas a quatro vezes após a ingestão de quantidades relativamente pequenas. Dados sugerem que a suplementação de leucina protege contra os efeitos prejudiciais de uma dieta rica em gordura, apoiando a hipótese da leucina como um fármaco-nutriente promissor na prevenção e tratamento de doenças metabólicas crônicas. ÔMEGA  3  –  Aumenta os níveis do hormônio adiponectina, que está relacionado com a sensibilidade à insulina. Altos níveis desse hormônio no sangue também têm sido associados a um menor risco de doença cardíaca. Os benefícios de uma vida saudável e exercícios físicos...

Read More
Tendências digitais para melhorar a saúde no Brasil
nov01

Tendências digitais para melhorar a saúde no Brasil

 Tendências digitais para melhorar a saúde no Brasil Veja quais são as novas tecnologias que podem dar mais agilidade ao atendimento, reduzir custos e ampliar a qualidade de vida dos pacientes Uma pesquisa realizada pela empresa McKinsey & Company, uma consultoria norte-americana, apontou que nos próximos cinco anos pelos menos 75% dos pacientes pretendem utilizar serviços digitais de saúde. As novas tecnologias, que para muitos já são uma realidade, têm ganhado cada vez mais adeptos, o que faz com que os seus custos sejam reduzidos. Diferente do que muitos podem imaginar, novas tecnologias na área de medicina nem sempre significam custos mais altos. Como toda novidade, sua adoção no início pode ser mais restrita, devido ao pequeno número de unidades ou ao custo unitário mais alto. Entretanto, uma vez que ela se consolida, os custos caem e a acessibilidade aumenta. Como muitas das novidades de hoje estão sendo desenvolvidas tendo como foco a ideia de se tornarem um serviço muito mais do que qualquer outra coisa, nesses casos os custos partem de um patamar menor. E, claro, quanto mais pessoas puderem utilizá-la logo no início, menores serão os custos individuais. Mas quais são esses serviços digitais que vêm despertando a atenção dos pacientes? Listamos aqui algumas das principais tendências do momento e que ou já estão disponíveis no Brasil ou muito em breve serão viáveis também na sua cidade. 1 – Telemedicina e a telerradiologia Essa é uma realidade que já caminha a passos largos de desenvolvimento no Brasil. Trata-se de uma técnica que permite, por meio da internet, que pacientes tenham, de alguma forma, acesso a especialistas em suas consultas e exames, algo nem sempre disponível em pequenas cidades. Nas grandes cidades, o diferencial fica por conta da agilidade com que o atendimento acontece. Para citar o exemplo da telerradiologia, aqui a agilidade e a qualidade dos laudos a distância são os grandes diferenciais. Depois de realizar um exame normalmente em uma clínica ou hospital, as imagens são enviadas pela internet para uma central de telerradiologia. Nela, especialistas se debruçam sobre os exames e, em menos de 24 horas, elaboram um laudo a distância, que também é disponibilizado online. 2 – Internet das Coisas Você já deve ter lido por aí o conceito de Internet das Coisas relacionado a diversos itens que não necessariamente dizem respeito a saúde. Entretanto, essa possibilidade é muito ampla e obviamente a área da medicina pode tirar benefícios do seu desenvolvimento. Em linhas gerais, entende-se por Internet das Coisas o fato que qualquer dispositivo pode se conectar à internet. Assim, desde uma caneca que pode informar para o seu celular a temperatura da...

Read More
Problemas ortopédicos mais comuns em crianças
out31

Problemas ortopédicos mais comuns em crianças

 Problemas ortopédicos mais comuns em crianças Durante a infância alguns pais podem notar certas diferenças nos filhos, como o jeito de caminhar. Dependendo da idade da criança, é comum não ter completo apoio e não andar corretamente o tempo todo. Porém, quando esse comportamento é frequente, os pais devem consultar um médico para verificar se há problemas ortopédicos por trás, e a partir disso dar prosseguimento ao tratamento. Confira os problemas ortopédicos mais comuns nessa fase: Pé chato Em algumas crianças, o arqueamento plantar nunca se desenvolve por completo. Os pais podem perceber isso quando os tornozelos parecem virar para dentro, assim que o pé toca o chão. Essa característica só se torna um problema quando causa dor, por isso, é importante que os adultos fiquem atentos. Pés virados Até os 15 meses mais ou menos, quando começam a ficar em pés, os bebês podem ter uma tendência natural de virar os pés para dentro ou para fora. Se passada essa idade a criança continuar andando dessa forma, é necessário procurar um médico para descobrir a causa, que pode ser desde uma anteversão femoral até paralisia cerebral. Porém, na maioria das vezes, esse andar não é causado por outros problemas, e é corrigido ao longo do tempo.  Imagem: reprodução pixabay.com Ponta dos pés As crianças que andam na ponta dos pés após os 3 anos devem visitar um ortopedista. Além de diagnosticar a causa do problema, o médico pode indicar a realização de fisioterapia, para evitar a sobrecarga futura. Pernas arqueadas A flexão exagerada dos joelhos pode ser uma condição hereditária, e corrigida até os 2 anos em média. Após isso, outras causas devem ser investigadas, como o raquitismo, problema causado pela falta de cálcio e vitamina D. Hábitos infantis Para evitar o agravamento do problema causador e promover o bem-estar da criança, é importante que os pais fiquem atentos ao jeito que o filho se locomove. Ao perceber algum comportamento que se repete, como ficar sentado com as pernas em W, é necessário intervir. Nesse caso, os pés ficam forçados em um movimento não anatômico e o peso não fica bem distribuído. Além disso, é importante lembrar que as crianças devem usar calçado infantis confortáveis, independentemente da situação. Os modelos de salto alto, por exemplo, podem prejudicar o desenvolvimento natural e devem ser evitados, já o tênis, a sapatilha e a bota infantil são os mais adequados. Grade abraço! Press Office...

Read More