Como usar o salto alto sem machucar os pés
jun23

Como usar o salto alto sem machucar os pés

 Como usar o salto alto sem machucar os pés O salto alto é o amigo de muitas mulheres, que combinados com diferentes looks deixa o visual mais elegante e sofisticado. Porém, o uso do salto alto com frequência pode ocasionar em problemas funcionais, dores fortes nos pés, tornozelos, dor nas pernas, na região da lombar, causar alterações nas curvas da coluna vertebral e até o encurtamento dos tendões e músculos da panturrilha. Os problemas desenvolvidos pelo uso do salto alto acontecem pela falta de apoio e estabilidade do calçado e quanto mais fino o salto maior é a dor. Existem algumas medidas que ajudar a evitar as dores e amenizar os problemas. Veja abaixo algumas dicas sobre como usar o salto sem machucar os pés. Escolha do modelo Alguns modelos com saltos mais grossos, estilo plataforma ou aqueles que oferecem salto também na parte da frente (peep toe) prejudicam menos os pés, além de serem mais confortáveis. Melhor hora para comprar O melhor momento para comprar calçados é no final da tarde e noite, pois os pés costumam estar mais inchados nesses horários, assim é possível experimentar um calçado que ficará confortável em qualquer situação. Imagem: reprodução pixabay.com Caminhe de forma correta É muito importante saber andar de salto, pois o peso que será distribuído aos pés faz toda diferença no final da tarde. Jamais sobrecarregue o peito do pé, o correto é pisar primeiro com o calcanhar e desenrolar até os dedos, ou seja, calcanhar, peito do pé e dedos e mantenha sempre o pé firme nessa posição. Palmilhas O tipo de pisada pode fazer a diferença, pois é o que determina a distribuição do peso sobre os pés. O problema pode estar no calçado ou no seu tipo de pisada, para isso existem palmilhas feitas sob medidas que ajudam a corrigir a pisada em qualquer tipo de calçado. A palmilha certa pode ajudar a prevenir dores e evitar problemas maiores como inflamações nos pés. Outra dica é usar os adesivos de silicone, eles ajudam a absorver o impacto sobre os pés. Cuide dos pés Procure alternar os dias que usar saltos com calçados mais baixos, assim você oferece um descanso para os pés. Alongar os pés e pernas antes e após o uso do salto também contribui para amenizar os problemas causados pelo salto alto. Para amenizar as dores e o inchaço compressas de gelo, massagens e apoiar os pés sobre uma almofada, por exemplo, ajudam a melhorar a circulação e aliviar as dores. Grande abraço! Press Office...

Read More
7 brincadeiras educativas para fazer nas férias
jun22

7 brincadeiras educativas para fazer nas férias

 7 brincadeiras educativas para fazer nas férias Conheça uma série de atividades educativas online e offline para você se divertir com seus filhos durante o período de férias escolares As férias escolares estão chegando. Em pouco mais de um mês chegaremos à metade do ano letivo e com o fim do primeiro semestre estudantil é hora de as crianças descansarem algumas semanas. Porém, o período de férias, tão aguardado por elas, pode despertar nos pais o desejo de querer fazer atividades um pouco diferentes com os seus filhos. Não é porque as salas de aula estarão fechadas que não há razão para não pensar em atividades que ao mesmo tempo possam entreter e ensinar. É o caso dos jogos educativos, uma maneira divertida de aliar entretenimento e práticas pedagógicas visando estimular o desenvolvimento das capacidades físicas e motoras dos pequenos. Se você está sem criatividade para esse período de férias então nós vamos dar uma força para você. Nesse artigo, listamos sete atividades educativas para as crianças que podem ser feitas tanto dentro de casa quanto fora. Além disso, algumas delas permitem que você acompanhe o seu filho no uso do computador de forma que essa importante ferramenta seja utilizada de forma benéfica e estimulante. 1 – Teatro de fantoches Contar histórias é uma das maneiras mais divertidas de estimular a criatividade as crianças. Você vai se surpreender ao descobrir como elas são capazes de criar situações inusitadas e mundos inteiros apenas tendo um personagem como fonte de inspiração. Assim, uma boa pedida é ensiná-los a se divertir com teatro de fantoches. O processo de aprendizado pode começar desde a criação do boneco, uma atividade na qual os pais podem participar estimulando as crianças da fazerem atividades manuais, até a apresentação da história. 2 – Brincadeiras com bola As atividades que envolvam jogos com bola estão sempre entre as preferidas das crianças. A prática esportiva estimula o condicionamento físico, reforça a resistência e desenvolve a coordenação motora. Ou seja, além de divertida ela é ótima para a saúde. Além dos jogos mais tradicionais, como futebol, basquete, vôlei ou handebol, você pode ainda organizar atividades como queimada (conhecido em alguns lugares como caçador) ou qualquer outro jogo que tenha a bola como objeto principal. 3 – Quebra-cabeças Para os dias de chuva, um dos jogos educativos que você pode usar para se divertir com o seu filho é o quebra-cabeça. Existem versões simples, que vão desde as 50 peças até aquelas mais complexas, que ultrapassam as três mil peças. Essa é uma atividade que desenvolve a paciência da criança e estimula o pensamento de diferentes formas. A atividade ainda tem...

Read More
Astrologia e moda: quais acessórios combinam com seu signo?
jun19

Astrologia e moda: quais acessórios combinam com seu signo?

 Astrologia e moda: quais acessórios combinam com seu signo? Saiba como os astros influenciam a sua preferência na hora de escolher um acessório e arrase na escolha das bijuterias que mais combinam com você Você sabia que o mercado de moda feminina e acessórios está entre os setores que mais se destacam nas vendas pela internet? Esse setor é responsável por quase 20% das vendas online, ficando atrás apenas do mercado de celulares e smartphones, que somam 26%. Os produtos preferidos das consumidoras nas lojas online são as peças de roupa, os calçados, as bolsas e as bijuterias, itens que chamam atenção das mulheres e podem ser muitas vezes considerados como peças de desejo. Esse mercado ainda é reforçado pelo fator de renovação que moda, que se modifica a cada estação e desperta nas consumidoras a vontade de renovar também o seu guarda-roupa. Você deve conhecer esse sentimento: de repente, todas as celebridades estão usando uma peça, as blogueiras falam sobre ela sem parar e as musas do Instagram não param de postar fotos usando a novidade. Pronto! Logo, logo, você também se vê querendo aderir à nova tendência. Mas por que será que você se interessa por algumas novidades e outras simplesmente passam batidas? Segundo os especialistas em astrologia, nosso signo pode ser a explicação para isso! Assim como influenciam nossa personalidade e nossos relacionamentos interpessoais, os astros também são capazes de influenciam nossas preferências para itens de moda. Descubra agora quais acessórios combinam mais com o seu signo! Áries – 21 de março a 19 de abril  A ariana é ousada e adora ser a pioneira, por isso os acessórios inusitados, divertidos e chamativos são os que mais combinam com ela. Bolsas metálicas, cintos largos e óculos de sol coloridos (vermelho é o máximo!) são a cara das nativas de Áries. Já as peças discretas e mais artesanais não fazem muito o estilo desse signo. Touro – 20 de abril a 20 de maio As taurinas são mais discretas e clássicas, ligadas ao elemento terra que compõe a base do seu signo. Por isso, os acessórios mais indicados são aqueles que acompanham a personalidade das regidas por Touro: cores mais sóbrias, pingentes com traços finos, pulseiras sem muitos ornamentos e uma bolsa de couro sem detalhes fazem a cabeça da taurina. Gêmeos – 21 de maio a 20 de junho Versáteis e comunicativas, as geminianas se adaptam muito bem a qualquer tendência! Elas sustentam um look de calça jeans e camiseta branca com o mesmo glamour com o qual usariam um vestido longo de paetês. Na hora de escolher os acessórios, os que mais agradam à geminiana...

Read More
7 dicas para quem quer morar fora do país
jun16

7 dicas para quem quer morar fora do país

 7 dicas para quem quer morar fora do país Saiba o que é preciso levar em consideração em seu planejamento na hora de arrumar as malas para ir morar no exterior É cada vez maior o número de brasileiros que buscam oportunidades em outros países. O mundo globalizado permitiu que as chances de trabalho e estudo pudessem ser compartilhadas em toda parte, de forma que hoje é muito mais simples do que antes se planejar para ir morar em outra localidade Entretanto, independentemente da escolha do seu destino, um item ao qual você não vai ter como fugir é a regularização da documentação. Cada localidade tem o seu grau de exigência e muitas delas pedirão que todos os seus documentos sejam localizados. Em outras palavras, será preciso procurar uma empresa de tradução para que um tradutor juramentado possa proceder o trabalho. Essa e outras dicas para morar fora do país é o que você confere agora nesse artigo. 1 – Pesquise muito o seu destino Há vários motivos que levam as pessoas a querer morar fora do país. Momentos de crise, por exemplo, fazem com que haja um aumento nas pesquisas por oportunidades em outras localidades. Entretanto, tomar a decisão de morar fora apenas por conta disso pode fazer com que você acabe indo parar em um lugar com problemas similares. Antes de decidir para qual destino você vai, pesquise muito. Se informe com pessoas que já moram lá, faça visitas ao país, veja quais são as oportunidades de trabalho e qual a documentação necessária para que você possa viver legalmente por lá. Lembre-se: fazer turismo em um país é muito diferente de morar nele. 2 – Quite suas dívidas Antes de começar o seu planejamento financeiro para a mudança, é fundamental que você esteja com as suas contas em dia. Morar em outro país não vai fazer que, da noite para o dia, suas contas sejam pagas e você “se livre” delas. Assim, deixe tudo certo antes de qualquer coisa, pagando tudo aquilo que você deve antes de pensar em viajar. A ideia principal é que, quando você realmente começar a sua mudança, nenhum item se transforme em uma pendência a ponto de se colocar em seu caminho como uma ameaça. Dessa forma, defina essa como uma das prioridades do seu planejamento. 3 – Junte dinheiro Ir para o exterior com “a cara e a coragem” não é uma boa ideia. Você até pode se dar bem se pensar assim para um período de férias ou mesmo por uma estadia de alguns meses. Contudo, para se mudar em definitivo é preciso ter dinheiro, de preferência o suficiente para...

Read More
Como conseguir bolsa de estudos para um curso a distância?
jun11

Como conseguir bolsa de estudos para um curso a distância?

 Como conseguir bolsa de estudos para um curso a distância? O EAD tem grande adesão no Brasil. De acordo com o último Censo da Educação Superior, mais de um milhão de pessoas estão matriculadas em cursos a distância. Por causa disso, muitos ainda possuem dúvidas de como financiar o curso ou conseguir uma bolsa para estudar nessa modalidade. Além de poder contar com bolsas de universidades privadas, você pode participar do Programa Universidade para Todos (PROUNI). Esse é um programa federal que oferta bolsas parciais e integrais em instituições particulares de Ensino Superior no Brasil. Para fazer parte do processo, é necessário respeitar alguns pré-requisitos. No caso de bolsas integrais, o estudante deve ter uma renda bruta de até um salário mínimo e meio. Para bolsas parciais, a exigência é que a pessoa tenha uma renda bruta de até três salários mínimos. Em ambos os casos, é preciso que o candidato tenha estudado o Ensino Médio em uma escola pública ou em uma escola particular com bolsa integral. Se o estudante cursou em ambas as redes de ensino, é necessário que ele tenha sido bolsista integral na escola privada. Além disso, o candidato ainda precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no ano imediatamente anterior, ter alcançado no mínimo 450 pontos na prova e não ter zerado a redação. A nota do ENEM, inclusive, é utilizada para o processo de seleção do PROUNI. Portanto, quanto melhor o desempenho, mais chance de conseguir uma bolsa. A confirmação só acontece com a apresentação de documentos pelo candidato e matrícula no curso. As vagas ofertadas são tanto para cursos EAD quanto cursos presenciais. Durante o ano, há duas edições: uma no primeiro semestre e outra no segundo. Para concorrer, o estudante deve entrar no site do programa (prouniportal.mec.gov.br) e utilizar o número de inscrição do ENEM do ano anterior e a senha para se inscrever. O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) infelizmente ainda não vale para o ensino a distância, embora várias universidades já tenham pressionado o governo nesse sentido. Por isso, já houveram algumas declarações no sentido de regularizar esses cursos para o financiamento, mas ainda não há nada de concreto nesse sentido. Embora muitas pessoas ainda desconfiem da validade do ensino a distância, é importante destacar que a modalidade é devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e regulamentada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). O MEC ainda possui uma lista de instituições credenciadas que atendem a determinados critérios para poderem ofertar essa modalidade de formação. Grande abraço! Press Office...

Read More
Vai adotar ou comprar um cachorro? Saiba como se preparar
jun09

Vai adotar ou comprar um cachorro? Saiba como se preparar

 Vai adotar ou comprar um cachorro? Saiba como se preparar A chegada de um animal de estimação muda completamente a rotina de um lar. Não falamos apenas de horários, mas da estrutura em si. Antes de adotar ou comprar um cãozinho, é preciso ter em mente que muita coisa vai mudar, e você precisa se preparar para recebê-lo. É um momento de muita alegria realizar o sonho de ter um pet para chamar de seu. Compartilhar momentos de amor e carinho, ter um bichinho para cuidar. No entanto, tomar essa decisão no impulso e na emoção pode causar dores de cabeça. Para evitar arrependimentos e estresses, vamos conferir dicas do que deve ser feito para que sua casa esteja preparada para a chegada do novo morador. Responsabilidade Antes de qualquer preparação ou até mesmo de tomar a decisão de adotar ou comprar um cãozinho, tenha em mente que isso é uma grande responsabilidade. Não é porque o animal é bonito e fofo que não se deva haver cuidados. Cachorro não é brinquedo. Ele é um ser vivo e precisa de cuidado e atenção. Se você não tiver afeto, tempo, espaço e atenção suficientes para embarcar nessa jornada, nem adianta querer adotar. Como preparar sua casa Se você está ciente da importância que é adquirir um animal de estimação, agora é a hora ideal para saber o que deve ser feito em sua casa para recebê-lo. Separamos algumas importantes dicas especialmente para você: Espaço: algo muito importante para os cachorros é ter um espaço para se movimentar. Se você comprar ou adotar um e deixá-lo preso o tempo inteiro ou em um espaço pequeno, há muitos riscos a correr, como, por exemplo, a solidão e a tristeza do bicho. Ele precisa também de um lugar dele, onde possa dormir e se sentir confortável. E tenha cuidado para não deixar o lugar de comer e dormir e o de fazer necessidades muito próximos; Acessórios: a chegada de um cachorro significa que você terá que comprar alguns importantes acessórios que eles precisam. A caminha de cachorro, por exemplo, é essencial para que ele possa dormir bem e quentinho. Também será preciso um cobertor, potinhos para a comida e para a água, tapetes higiênicos, entre outros; Brinquedos: brincar e se divertir com seu animal de estimação é uma das coisas mais prazerosas em adotar ou comprar um cachorro. Para deixar essa brincadeira ainda mais divertida, compre brinquedos especiais para eles. Cuidado para não comprar nada de borracha, pois eles podem ser rasgados e engolidos pelo animal; Comida: claro, não podia faltar esse item tão essencial. Veja quais rações são as mais adequadas e...

Read More