A necessidade de se investir em educação para os filhos
out17

A necessidade de se investir em educação para os filhos

 A necessidade de se investir em educação para os filhos Cada vez mais, pais priorizam ensino de qualidade para a entrada dos filhos no nível superior O Brasil é um dos países que menos gastam com a educação do ensino fundamental e médio, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). As despesas, por outro lado, com o ensino superior se assemelham às de países europeus. Os números refletem a necessidade da preocupação com o ensino básico de qualidade no país. A pesquisa “Um Olhar sobre a Educação”, da OCDE, avaliou o estudo de 35 países, como Brasil, Argentina, China e África do Sul. O Brasil gasta anualmente cerca de US$ 3,8 mil (R$ 11,7 mil) por aluno do primeiro ciclo do ensino fundamental (até a quinta série). Por outro lado, o gasto com os universitários chega a US$ 11,7 mil (R$ 36 mil), mais do que o triplo dos gastos com o ensino fundamental e médio. A maioria da população ainda não consegue chegar na faculdade. De acordo com o IBGE, apenas cerca de 15% da população adulta tem ensino superior no país. Segundo o Censo 2010, quase metade da população adulta, de 25 anos ou mais, não completou o curso fundamental. Nas áreas rurais, este número é ainda maior, representando 79,6% da população. O percentual total representa 54,5 milhões de brasileiros que não terminaram o ensino básico da educação, tão necessário para a melhoria das condições de vida no país. Investir em educação básica é um dos caminhos para garantir uma melhoria do ensino superior. De acordo com um estudo global do banco HSBC, 79% dos pais brasileiros apostam que pagar pela educação é o melhor investimento que podem fazer pela próxima geração. Depois do Brasil, a China fica em segundo lugar no grau de importância, com 77% de país que acreditam na necessidade de investimento na educação; em terceiro lugar vem a Turquia e a Indonésia (ambas com 75%). Um dos motivos da importância de investimento em educação pode ser exemplificada pela própria visão em cima do sistema educacional brasileiro. A educação de qualidade no país, de acordo com o levantamento, tornou-se sinônimo do ensino privado. Cerca de 66% dos entrevistados brasileiros acreditam que a escola particular é melhor do que a pública. Diante disto, cada vez mais pais procuram complementar a grade educacional dos filhos com outras atividades extra-curriculares, assim como preferências pelos sistemas educacionais que possam oferecer maior qualidade de ensino. Escolas com sistema integral de ensino, ocupando dois períodos e com diversas atividades escolares e assim como cursinhos preparatórios são cada vez mais opções selecionadas para a melhoria da capacidade educacional...

Read More
Incorporação ganha destaque entre empresas: entenda o porquê
out06

Incorporação ganha destaque entre empresas: entenda o porquê

 Incorporação ganha destaque entre empresas: entenda o porquê  Incorporações englobam empresas, reúnem ideias e trazem vantagens comerciais Com a criação de empresas e a diversificação da participação no mercado, as parcerias empresariais estão ganhando destaque. O objetivo é poder se destacar em meio ao mercado, somando aliados, valores e perspectivas de negócio. Desta forma, a incorporação traz perspectivas de alianças, e é um dos meios de agregar e expandir o patrimônio, tanto para a empresa incorporada como para a que incorpora. A incorporação de uma empresa acontece quando esta é absorvida por outra corporação. Deste modo, a pessoa jurídica da empresa incorporada se extingue, e então, transfere direitos e obrigações para aquela que a incorpora. A natureza jurídica permanece inalterada; o que acontece é apenas uma alteração de contrato para a comunicação do aumento de patrimônio, passado integralmente de uma empresa para a outra. A ideia surge diante da necessidade de tomar posição de frente ao mercado de trabalho, aliando-se à concorrência e expandindo o controle de mercado atual. Além disso, a concentração de pessoas capacitadas e de tecnologias também funciona como combustível para o sucesso das incorporações, expandindo o nível de eficiência e de possibilidade lucrativa de uma corporação. Um exemplo de incorporação brasileira foi a de uma rede de bancos de São Paulo, Nossa Caixa, pelo Banco do Brasil. A operação só foi realizada após a aprovação do Banco Central, que avaliou os possíveis danos para a concorrência em relação à união. Ou seja, diante da mediação, a incorporação pode ocorrer sem grandes ressalvas. A incorporação é o instrumento mais usual para a aquisição do controle acionário de uma empresa pela sua capacidade de somar esforços e potências de ambas equipes. A consolidação do mercado é uma aposta que as empresas procuram investir ao se incorporarem, e diante disto, do aumento da perspectiva de lucro. Para fazer a incorporação, é necessário consultar a situação jurídica, financeira e contábil da empresa a ser incorporada, assim como análise dos riscos para ter a certeza da qualidade gestacional a ser apreendida. A capacidade de gerar resultados, a participação no mercado e as tecnologias apreendidas são pontos importantes de serem levantados a fim de realizar incorporações em sua nova fase. Diferente de uma simples compra e controle acionário, a incorporação acontece com a compra da empresa, e desta forma, o incorporador assume o comando da empresa incorporada. Em relação aos funcionários, as questões trabalhistas são incorporadas sucessivamente à empresa incorporadora, sem necessidade de outro contrato ou mudança na carteira de trabalho. O vínculo empregatício continua o mesmo, tendo apenas uma correção da pessoa jurídica no contrato e uma retificação no registro...

Read More
Qual a diferença entre sistemas de cloud: rede privada, rede pública e rede híbrida
out06

Qual a diferença entre sistemas de cloud: rede privada, rede pública e rede híbrida

 Qual a diferença entre sistemas de cloud: rede privada, rede pública e rede híbrida Saiba reconhecer as características de cada uma delas e entenda qual delas é a melhor opção para você Buscar a melhor alternativa em termos de sistema de cloud é uma tarefa que requer muito planejamento e a resposta sobre qual é a melhor opção varia de companhia para companhia. Antes de tudo, é preciso levar em consideração uma série de fatores, como o tipo de dado que vai transitar pelas vias de conexão e, também, qual é capacidade de investimento disponível. Outro item de fundamental importância é a questão da segurança. Nem sempre a opção com maior custo é aquela que vai proporcionar a maior proteção dos dados de forma direta. Por isso, é bom não facilitar: em situações como essa, buscar uma empresa com ampla experiência e comprovada competência no ramo de atuação é a melhor maneira de garantir que você não vai enfrentar problemas no futuro. Mas você sabe dizer quais são as diferenças, as vantagens e as desvantagens das redes públicas, privadas e híbridas? Neste artigo, falamos um pouco sobre cada uma delas para que você possa ter subsídios para entender qual das opções é a mais interessante para o seu negócio. Redes públicas As redes públicas são as mais indicadas para empresas de pequeno porte, como micro e pequenas empresas, além de startups. A principal vantagem delas em relação às demais é o baixo custo. Aliado isso, leve em consideração que a implantação delas é bastante simples e rápida, o que dá muito mais agilidade ao processo. A alocação dos dados é feita em servidores externos e a comunicação se dá por meio de sistemas de cloud para armazenamento em nuvem. Entretanto, mesmo com essa característica não há riscos de segurança para os dados da sua empresa. Entre as suas principais aplicações, os principais destaques ficam por conta para hospedagem de sites, serviços de e-mail, e armazenamento de vídeos. Redes privadas A partir do momento que o volume de dados a serem trabalhados aumenta, as redes públicas deixam de ser a melhor opção e dão lugar às chamadas redes privadas. Elas requerem um pouco mais de investimento para implantação, mas proporcionam um tempo de resposta muito mais ágil. O foco principal é claro: o suporte a um grande volume de demandas. Em termos de segurança, também estamos falando de um nível mais alto de proteção das informações. Para ter acesso aos dados da empresa por vias externas, será preciso ter acesso ao firewall da companhia, o que dificulta significativamente a ação das pessoas mal-intencionadas. Em outras palavras, é como se você...

Read More
Por que o setor imobiliário deve investir em marketing?
set28

Por que o setor imobiliário deve investir em marketing?

 Por que o setor imobiliário deve investir em marketing? A internet tornou as experiências de compra muito mais complexa, hoje quando se tem interesse em algo você pesquisa, compara os preços e lê avaliações, esses fatores influenciam e muito a opinião do cliente. O setor imobiliário também sentiu essa mudança, antes tanto os imóveis quanto os interessados em comprar ou alugar chegavam de maneira natural, já que ir até uma imobiliária era o único caminho. E o trabalho do corretor de imóveis era imprescindível para que os negócios fossem fechados. Hoje em dia os clientes percorrem todo o caminho sozinhos e sem sair de casa, um smartphone é suficiente para que ele veja ofertas, compare preços e entenda formas de pagamento. Percebendo essa tendência o setor imobiliário sentiu a necessidade de se aproximar dos clientes nas plataformas digitais e dividiu o foco entre vender e alugar imóveis com a fidelização do cliente, estabelecendo uma relação de confiança para que ele seja uma ponte para outros negócios. Uma nova visão Para algumas empresas que atuam no mercado imobiliário há alguns anos, pode ser um pouco complicado entender a necessidade de estar presente também nos meios digitais. A ideia de que as redes sociais são a única ferramenta do marketing é muito presente no imaginário popular, mas somente elas não são suficientes para um trabalho eficiente. O administrador e diretor de tecnologia da 8020 Marketing Digital, Kenneth Corrêa, iniciou sua experiência profissional dentro da imobiliária Financial, em Campo Grande MS, e confirma que o marketing digital para o setor é uma tendência cada vez maior “O profissional de marketing ajuda a imobiliária a começar a se enxergar como uma marca, e criar valor no mercado cuidando da imagem desta marca junto ao mercado como um todo, e não somente com os clientes” diz. “Fora isso, o profissional do marketing ajuda a ter uma visão mais pró-ativa de investimento em visibilidade e captação de leads (que é o termo usado para identificar as pessoas que têm interesse no seu produto ou serviço), ao mesmo tempo em que faz a análise de atribuição de marketing, ou seja, mensurar de onde vêm os resultados, e alocar melhor os investimentos da imobiliária” completa. Enga-se quem pensa que existe uma fórmula de marketing pronta e adaptável para qualquer empresa, é preciso primeiramente fazer uma análise detalhada para entender seu perfil, o momento de mercado em que está passando e qual sua relação com o marketing, somente a partir desse ponto que as estratégias podem ser definidas. Kenneth explica que para uma empresa que nunca investiu em nenhuma ação de marketing e não possui nenhuma presença online,...

Read More
Direito Digital enfrenta desafios e exige especialização de profissionais para acompanhar as mudanças tecnológicas
set28

Direito Digital enfrenta desafios e exige especialização de profissionais para acompanhar as mudanças tecnológicas

 Direito Digital enfrenta desafios e exige especialização de profissionais para acompanhar as mudanças tecnológicas Leis brasileiras precisam de interpretação por não contar com regras modernas em um ambiente de informações preciosas. Com as mudanças tecnológicas e a crescente exposição pública  de dados e conhecimento, cresceu também o número de casos onde o Direito Digital torna-se uma ferramenta essencial para garantir a segurança dos usuários da internet. Sejam empresas, pessoas comuns e entidades, todos em algum momento precisam aceitar contratos de uso, compartilhamento de informações e contratos financeiros digitais. No início de um empreendimento na web, é preciso ter um pouco de conhecimento das regras vigentes no país, uma dinâmica clara para clientes ou parceiros, além da melhor hospedagem  dos seus sites. . O Brasil ainda está engatinhando no âmbito do direito digital, mas as interpretações de casos que exigem minúcia, segurança e contratos podem ser adaptados ao direito civil. Algumas faculdades possuem na grade curricular matérias opcionais sobre as características legais na era digital trazendo soluções e respostas jurídicas. Para tanto, é necessário que o advogado que atue nesse campo tenha conhecimentos básicos em garimpar informações, provas eletrônicas e ferramentas para o uso em processos, como capturas de imagem e utilização de softwares. Outro detalhe importante é manter uma rotina de atualização constante, além de conservar institutos fundamentais do Direito. O desafio é manter a coerência jurídica em um ambiente que não possui fronteiras geográficas e problematizar a relação que as pessoas possuem com as interfaces tecnológicas, entre computadores, celulares e tablets. Existem métodos de adaptação da lei tradicional como alternativa à ausência de leis específicas para o ambiente digital. Se uma pessoa copia dados de outra sem autorização, não é possível tipificar como furto, por exemplo. Mas existem regras que estabelecem propriedade intelectual e de imagem, que podem auxiliar na adaptação para um processo criminal. Especialistas digitais O advogado especialista em Direito Digital trabalha com questões de política de privacidade e segurança da informação, contratos de hospedagem de site, armazenagem de dados e  desenvolvimento de software. Outro campo de serviços são campanhas de marketing digital que precisam ser amparados legalmente. Um dos campos que mais cresce no país é o comércio eletrônico, que necessita de regras claras e proteção constante contra crimes de estelionato, furto de dados e vazamento de informações. Seja em relação ao direito civil, trabalhista ou criminal, em certo ponto existe algum aspecto envolvendo o digital. Muitas vezes, dependendo da convergência tecnológica, aparecem casos inéditos que exigem do advogado capacidade prática e técnica de encontrar alternativas legais para auxiliar seu cliente. Esse mercado de trabalho para advogados passa por mudanças constantes e está em franco...

Read More
Entenda por que a telerradiologia pode auxiliar o serviço de saúde da sua cidade
set28

Entenda por que a telerradiologia pode auxiliar o serviço de saúde da sua cidade

 Entenda por que a telerradiologia pode auxiliar o serviço de saúde da sua cidade Saiba como o acesso à telemedicina pode melhorar a qualidade de vida das populações que moram em cidades distantes da capital Há algum tempo atrás, cidades mais distantes das capitais brasileiras estavam isoladas do ponto de vista técnico da medicina. Ainda que alguns municípios investissem na construção de hospitais e postos de saúde bem como nos aparelhos necessários para a realização de exames, ainda era bastante complicado encontrar profissionais qualificados disponíveis para todas as regiões. Infelizmente em muitas cidades esse cenário não mudou. Ainda são poucas as localidades que têm condições de arcar com o salário de profissionais especializados e, em contrapartida, o número de profissionais capazes de suprir essa demanda, por uma série de razões, é menor do que o necessário. Com isso, a população se vê diante de um dilema: quando têm hospitais, não têm acesso a especialistas. E, sem eles, muitas vezes a consulta ao médico não é suficiente para auxiliar nos quadros de prevenção aos mais diversos tipos de doença. A tecnologia como solução para esse problema Na última década o Brasil assistiu também a uma evolução na infraestrutura de telecomunicações. As melhorias nos sistemas de telefonia fizeram com que hoje as redes atinjam a praticamente todo o território nacional, ainda que com qualidade discutível em muitas regiões. Entretanto, à medida que a tecnologia avança, surgem novas oportunidades para se usar a telemedicina como uma ferramenta a serviços das populações mais distantes. É o caso, por exemplo, dos serviços de telerradiologia. Eles são responsáveis hoje por um percentual significativo dos exames realizados no país – e há muito espaço para que sejam ainda mais relevantes. Telerradiologia nas pequenas e grandes cidades Em linhas gerais o funcionamento da telerradiologia é bastante simples. O paciente continua indo a uma clínica normalmente, onde realiza os mais variados tipos de exames como tomografias computadorizadas, ressonâncias magnéticas ou Raios-X. A diferença está na maneira como esses resultados são laudados. Ao invés das avaliações serem conduzidas por um profissional no local – especialista este que nem sempre está disponível ou que pode não dar conta da alta demanda de exames – as imagens obtidas são enviadas via internet para um central de telerradiologia. Online durante 24 horas, uma equipe de profissionais recebe essas imagens e providencia os laudos. A maioria deles podem ficar prontos em até 24 horas, sendo que alguns casos de emergência podem ter sua resposta atendida em até 30 minutos. Em seguida os laudos são disponibilizados online novamente e hospital ou a clínica em questão só tem o trabalho de acessar as informações e...

Read More