Cultura sneaker: da história aos dias atuais
out25

Cultura sneaker: da história aos dias atuais

 Cultura sneaker: da história aos dias atuais Mais do que estilo, o símbolo de uma cultura urbana que move gerações. Essa é a cultura sneaker, caracterizada pela identificação com tênis disponíveis em diversas variações e modelos. Esses ícones são companheiros fiéis de rappers, esportistas de alto nível e de pessoas comuns que apreciam o estilo e se identificam com esses grupos. Os responsáveis pelo nascimento da cultura sneaker foram os jogadores de basquete e o hip hop, ainda na década de 80. Embora o movimento musical já fizesse uso do tênis como símbolo de uma cultura urbana, foi o basquete que popularizou o uso e impulsionou o fascínio pelos calçados. Quando Michael Jordan surgiu nas quadras, a Nike foi suficientemente inteligente para firmar um contrato milionário com o atleta. Em 1984, Jordan fazia brilhar os olhos das pessoas que admiravam suas incríveis enterradas. Por este motivo, passou a ser apelidado de Air Jordan. A Nike saiu na frente de todas as marcas e fechou um contrato de US$ 500 mil com o jogador durante cinco anos para a criação de um tênis com esse nome. A partir desse momento, os calçados esportivos passaram a se tornar uma febre entre os entusiastas. O publicitário Henry Nelson foi o criador da palavra sneaker. Ela é derivada do verbo sneak, que significa, entre outras coisas, escapar e esquivar-se. O nome foi atrelado aos tênis com sola de borracha, pois, com eles, era possível andar e se esquivar sem fazer barulho. O sufixo “er” indica ação na língua inglesa. Portanto, “sneaker” pode ser entendido, literalmente, como aquele que se esquiva, fazendo alusão aos tênis. Sneakerhead Sneakerhead são aqueles que se identificam com a cultura urbana sneaker. Esses indivíduos possuem um apreço muito grande pelo modo de vida e pelo significado que os modelos de calçados são capazes de transmitir. Existem aqueles que preferem colecionar pares de diferentes tipos e outros gostam de um determinado modelo ou marca. As formas de expressar o carinho e a afetividade que possuem são variadas. O que há em comum é a admiração por essa cultura. Os tênis utilizados pelos sneakerheads, no começo, eram criados com o objetivo de atender exclusivamente as necessidades dos atletas de alta performance, como era o caso de Michael Jordan e de tantos outros jogadores de basquete, por exemplo. Com o decorrer do tempo, eles passaram a estar mais presentes nos pés dos rappers e no vestuário de pessoas comuns. Nike, adidas e Reebok são as marcas mais famosas. Fizeram modelos de tênis exclusivos e edições limitadas, firmaram parcerias milionárias com artistas e esportistas, além de influenciarem diversos jovens ao redor do mundo....

Read More
Os anos 1990 que permanecem até os dias de hoje
set20

Os anos 1990 que permanecem até os dias de hoje

 Os anos 1990 que permanecem até os dias de hoje Grande parte dos jovens adultos de hoje pôde aproveitar por completo a década de 90, que foi há apenas 27 anos, mas parece ter sido há uma era quando pensamos em termos de costumes e tecnologias. Nos anos 90, o celular era um item raro, mal tínhamos acesso à internet e a televisão estava começando a se desenvolver. Apesar das grandes diferenças, muitos costumes permanecem até hoje e trazem, para a atualidade, um gostinho de nostalgia e um ar vintage. Veja, na nossa lista, como os anos 90 permanecem mais vivos do que nunca! Nos costumes   Colecionar vinis Para os amantes dos vinis, os discos nunca saíram de moda e continuam a lotar as estantes e tocar nas vitrolas. Além do apego emocional e de ser um item vintage, de época, muitos acreditam que o som do vinil também é mais fiel e, por isso, nem pensam em se desfazer dos discos. Muitas bandas atuais, também motivadas por esse sentimento, lançam seus álbuns também em formato de LP, mantendo vivo o costume da década de 90.   Revelar fotos e fotolivros As fotos possuem o mágico poder de eternizar momentos especiais, congelá-los no tempo e tornar uma lembrança sempre ao alcance das mãos. Apesar de ter sido muito popular nos anos 90, esse costume se mostra presente ainda hoje, pois as fotos e os fotolivros são itens atemporais e que nunca saem de moda. Usar agendas e planners A agenda, além de ser um item cheio de estilo, também ajuda a organizar a rotina, os afazeres e os compromissos futuros. Muito comum nas escolas e também no mundo corporativo, esse objeto ainda continua na ativa por meio de pessoas da velha guarda. Na moda As jaquetas e saias jeans O jeans, além de ser um tecido muito prático e versátil, nunca sai de moda e se mantém até hoje nas peças do vestuário, principalmente nas saias e nas jaquetas. As roupas ganharam novos modelos e novas lavagens, mas mantêm o clássico tecido que é tão amado por todos. Barriga de fora Tão comum na moda dos anos 90, a barriga de fora continua em alta nos dias de hoje e ganhou uma nova forma de se expressar graças ao uso dos croppeds. Nessa nova tendência, é a parte superior da barriga que fica à mostra, principalmente acima do umbigo. Gargantilhas Acessório clássico da década de 90, a gargantilha voltou com tudo e ganha novas modelagens dependendo da estação: para o verão, os estilos em couro, com pequenos pingentes, são os mais utilizados. Já para o inverno, as gargantilhas...

Read More
ENGOLIR SAPOS
set11

ENGOLIR SAPOS

 ENGOLIR SAPOS Por Antônio de Oliveira A expressão surgiu por analogia com uma das dez pragas do Egito, quando saíram das águas inúmeras rãs, que penetraram nas casas e foram encontradas na cama e na comida do Faraó. Na verdade, admitem-se outras explicações para esta maneira de traduzir “suportar situações desagradáveis sem qualquer manifestação”. Trata-se, pois, de situações constrangedoras. Há que, nessas circunstâncias, pagar mico por uma fala desastrosa. Autoridades e famosos costumam ser flagrados pagando mico. Melhor não dar muita explicação. Um cara apresentou um soneto para Bocage apontar erros. Como os erros eram tantos, o poeta português preferiu não assinalar com cruz nenhuma, entendendo que a emenda ficaria pior do que o soneto. Por sua vez, a expressão “pagar o mico” parece ter surgido do baralho infantil Jogo do Mico. Aí as cartas exibem figuras de animais e o jogador tem que formar pares com o macho e a fêmea de cada espécie. Entanto, no baralho, o mico não tem par. Quem termina com a carta na mão perde, vale dizer, paga o mico. Aquele ou aquela que deseja se justificar, e por vezes lhe assistem razões, quase sempre não logra êxito. Isso apesar de o contexto próximo e remoto poder minimizar o alcance injurioso ou inapropriado das palavras. Mesmo assim, o que está feito não está por fazer, o que está dito está dito, e prevalece o que está escrito ou gravado. Alguém se queima com o amigo, com o cônjuge, com os filhos, dá-se por ofendido, fica queimado, melindra-se, zanga-se, independentemente, nesses casos, de saber em que circunstâncias o fato ocorreu. Outras vezes chega-se a pensar que houve o rompimento de um pacto, quando na verdade o rompimento foi devido a um incidente de percurso. Escorregando, pisando ou falando em falso: aquele pode provocar uma queda física; esse, uma queda conceitual, linguística ou até moral. Mas não há mal que sempre dure nem mal que nunca se acabe. Admite Guimarães Rosa: Viver é muito perigoso. O professor Antônio de Oliveira, cronista fascinante, é Mestre em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, na Itália. Licenciado em Letras e em Estudos Sociais pela Universidade de Itaúna; em Pedagogia e em Filosofia pela Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras de São João del Rei. Estágio Pedagógico na França. Contato: antonioliveira2011@live.com Imagem: sxc.hu...

Read More
As Apostas Mais Loucas da História
jul21

As Apostas Mais Loucas da História

 As Apostas Mais Loucas da História Oferecer a casa e a esposa em um palpite de futebol e colocar implantes mamários em um homem: o mundo das apostas já vivenciou essas e muitas outras loucuras Futebol, basquete, tênis, vôlei, UFC e boxe. Esses são alguns dos principais assuntos imediatamente relacionados às apostas, afinal, são algumas das mais conhecidas e faladas atualmente. Porém, o que muita gente não sabe é que o mundo das apostas pode ser muito mais maluco do que se imagina. Afinal, para fazer uma aposta, basta ter alguém disposto a fazer isso, e a imaginação humana é um terreno fértil e muito propício para tal. Ao redor de todo o mundo, bastante gente já apostou em uma série de assuntos loucos e estranhos, seja por terem tido um pressentimento ou simplesmente sem nenhum motivo aparente. Pode ser que essas pessoas tenham sido consideradas loucas, mas depois de encherem os bolsos de dinheiro, elas passaram a ser algumas das mais sortudas do mundo. Separamos algumas dessas apostas malucas para que todos que estiverem lendo matem logo a curiosidade. Assim, ficará mais fácil encontrar oportunidades bizarras, apostar e quem sabe aparecer em uma lista futura dos palpites mais malucos! Uma Aposta de Futebol Exagerada Dizem que futebol, política e religião não se discutem, já que são assuntos muito pessoais. Em relação ao futebol, muita gente perde os limites e pensa muito mais com o coração do que com a razão, que foi justamente o que aconteceu. Na cidade de Iganga, em Uganda, existem 5 tipos diferentes de casamento. Um deles, chamado de costumeiro (kwanjula ou okuhingira), permite que o homem se case com mais de uma esposa. Henry Dhabasani, um homem com três esposas e cinco filhos, e torcedor do Arsenal, apostou a casa de sua família, o que já pode parecer demais. Porém, seu amigo Rashid Yiga foi além: apostou um carro novo e sua esposa na vitória do Manchester United! A aposta foi registrada e testemunhada por líderes da comunidade local. O Manchester United venceu por 1 a 0, com gol de van Persie, que curiosamente foi jogador do Arsenal por muitos anos, o que deve ter tornado a derrota ainda mais dolorosa. Segundo relatos, Dhabasani desmaiou ao apito final da partida e depois teve sua casa invadida por torcedores do United, que o expulsaram junto com sua família. O Homem Com Seios de Mulher Um amigo desafiar o outro a fazer alguma coisa louca não é novidade. Provavelmente todo mundo já foi desafiado a algo similar, porém não é sempre que a proposta é aceita. Porém, o canadense Brian Zembic, famoso por estar disposto a...

Read More
Por que os girassóis viram para o sol?
jul14

Por que os girassóis viram para o sol?

 Por que os girassóis viram para o sol? Uma espécie emblemática, o girassol apresenta propriedades únicas; conheça mais sobre a flor e suas curiosidades Graciosas e delicadas, as flores do campo possuem uma beleza natural que enche os olhos de qualquer pessoa. Nessa categoria, é destacado o girassol, uma das espécies de flores campestre mais conhecidas e que possui propriedades marcantes com uma beleza exuberante e encantadora. Também conhecida como “flor do sol”, essa é uma espécie emblemática e, por isso, um buquê de girassol está fortemente associado com os mais belos sentimentos de felicidade, entusiasmo, fertilidade, vitalidade e energia positiva. Quem já recebeu de presente um arranjo dessa flor, deve sentir-se privilegiado e especial. Entenda mais sobre o girassol e descubra por que ele gira em direção ao sol Cientificamente falando, a espécie é originária da América do Norte e da América Central e pertencente à família das Asteráceas. São reconhecidas pelo caule robusto e esverdeado, que pode atingir até três metros de altura, além do formato circular e as incontáveis pétalas que mesclam uma mistura de cores vivas e que marcam o aspecto majestoso da planta. A flor é, também, famosa pelo heliotropismo, um curioso movimento em direção ao sol. Esse fenômeno ocorre porque ela precisa captar a energia solar para produzir energia. A razão disso é que o sol é o principal agente para o crescimento do caule, que responde em função da luz. Durante esse processo, inicia-se o fenômeno auxina – hormônio vegetal –, que atua no crescimento do caule dirigindo-se até a região que não possui luminosidade. Essa migração da auxina faz com que a flor se mova em direção ao sol. Assim que acaba o dia, perde-se o efeito e ela retorna à posição inicial. Todo o processo natural, no entanto, só dura o tempo de desenvolvimento da planta. Após isso, o girassol fica constantemente posicionado para o leste. Hoje em dia, a planta é encontrada em praticamente todos os continentes. E devido às suas excelentes propriedades nutricionais, o cultivo dela é destinado, principalmente, para a produção de óleo comestível. De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a produção do girassol é responsável por cerca de 16% de todo o óleo produzido no mundo. Grande abraço! Press Office...

Read More
Como cuidar da saúde do seu pet?
jun07

Como cuidar da saúde do seu pet?

 Como cuidar da saúde do seu pet? O Brasil possui cerca de 132 milhões de animais de estimação, segundo dados de 2016 da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação). São aproximadamente 52 milhões de cães, 37 milhões de aves, 22 milhões de gatos, 18 milhões de peixes e 2 milhões de outros animais. Todo esse contingente de companheiros especiais merece cuidados específicos para uma vida saudável e longeva. Reunimos abaixo algumas dicas para que seu animalzinho esteja sempre com a saúde em dia, confira! Despulgue: as pulgas causam desconforto, e podem até mesmo ocasionar feridas e machucados por conta da coceira intensa. Além disso, há possibilidade de desencadearem processos alérgicos nos animais e doenças mais sérias. Por isso, sempre proteja o seu bichinho com produtos específicos contra carrapatos e pulgas. Vermifugue: vermifugar é essencial para manter os vermes intestinais bem longe. Respeite a frequência indicada pelo veterinário para esse procedimento. Consultas de rotina: assim como os humanos, os animais também podem ter doenças e alterações que não causam sintomas. Por isso, leve-os ao menos uma vez por ano para uma consulta com o especialista, que pode pedir alguns exames rotineiros como o ultrassom veterinário com aparelhos modernos e análises de sangue. Imagem: reprodução pixabay.com Vacinação: seguir corretamente o calendário de vacinação mantém seu animal livre de diversas doenças. Passeios: nunca leve seu animal para passear em horários de sol forte. Mantenha-o sempre na coleira com guia e identificação. As fezes sempre devem ser recolhidas, tanto para manter a limpeza das ruas quanto para evitar a disseminação de vermes presentes no material. Dieta: ração de qualidade e água fresca são essenciais na dieta diária. Outros tipos de alimentação, como comida fresca, só podem ser oferecidos com o aval do veterinário. Obesidade: previna o sobrepeso oferecendo a quantidade correta de comida diariamente e estimulando o exercício físico com caminhadas, brincadeiras e passeios. Medicação: jamais medique seu animal com remédios de uso humano, pois alguns deles podem ser extremamente tóxicos e até mesmo levar os pets ao óbito. Ao sinal de qualquer alteração de saúde, sempre consulte o veterinário para saber qual é a medicação correta para o caso. Grande abraço! Press office...

Read More